09.04.2018  /  11:22

Número 2 do Facebook, Sheryl Sandberg desiste de entrevista por causa de repórter “casca grossa”

Martha Raddatz e Sheryl Sandberg || Créditos: Getty Images

Cofundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg não é o único que anda se esquivando de responder perguntas sobre o #Faceleaks, suposto compartilhamento ilegal de dados pessoais de milhões de usuários da rede social. Braço direito do jovem bilionário no comando do gigante das redes sociais, Sheryl Sandberg voltou duas casas e decidiu cancelar de última hora uma entrevista que tinha previamente agendada com o pessoal do jornalístico “This Week with George Stephanopoulos”, que vai ao ar aos domingos pela rede de televisão ABC, dos Estados Unidos.

O problema, basicamente, é que a executiva e forte defensora da ideia do empoderamento feminino a princípio achava que seria entrevistada pelo apresentador George Stephanopoulos – que dá nome à atração e é conhecido por não ser tão incisivo em suas perguntas – mas depois ficou sabendo que a verdadeira encarregada da tarefa era a jornalista Martha Raddatz, que já cobriu guerras como a do Iraque e adota um estilo mais agressivo. Na visão de Sandberg, a profissional é um pouquinho “empoderada demais” para o momento difícil.

Justiça seja feita, Sheryl Sandberg conversou na última sexta-feira com entrevistadores da ultraconservadora Fox News e com Savannah Guthrie, uma das âncoras do matutino “Today Show”, embora em nenhuma das duas ocasiões ela tenha feito esclarecimentos relevantes sobre o escândalo envolvendo a empresa britânica Cambridge Analytica, que teria lucrado com detalhes sobre os perfis de mais de 87 milhões de usuários do Face supostamente sem a devida autorização deles.

Agora os holofotes estão todos sobre o chefe dela, que será sabatinado pelo Congresso americano em audiências públicas marcadas para terça e quarta-feira e passou o fim de semana reunido com assessores em treinamento intensivo para não cometer nenhum deslize na frente dos senadores. Segundo a imprensa americana, o testemunho deverá ser o momento “ou vai ou racha” de Zuck , lembrando que ele já passou por outros apertos e até teve parte de sua vida contada em filme (“A Rede Social”, de 2010, dirigido por David Fincher). (Por Anderson Antunes)