08.06.2019  /  9:00

Novo shopping de Dubai promete revolucionar o varejo com mistura de centro comercial e jardim botânico

O Cityland Mall, um projeto de US$ 400 mi que já está saindo do papel || Créditos: Reprodução

Dubai, que há tempos é considerada uma das maiores mecas arquitetônicas do mundo, aos poucos também está se transformando em um dos melhores points do planeta para se fazer compras. E foi pensando nisso que a empresa de desenvolvimento imobiliária Cityland Group, uma das maiores de lá, decidiu unir a paixão dos árabes por grandes estruturas com o hobby deles de torrar dinheiro em lojas para tirar do papel o Cityland Mall, um mega-shopping center que começou a ser erguido na cidade-estado nesse ano a um custo de US$ 400 milhões (R$ 1,56 bilhão).

O empreendimento com previsão de inauguração para 2020 e é desde já uma das maiores novidades do varejo tradicional para o próximo ano ocupa uma área onde atualmente existe aquele que é considerado o maior jardim botânico do mundo, em uma região de Dubai que é conhecida como Dubailand e foi apelidada pelos locais de “Central Park”, em alusão ao icônico parque de Nova York cujo entorno consiste em alguns dos mais caros e cobiçados endereços residenciais da Big Apple.

Como os construtores do emirado não pensam pequeno, a ideia deles é fazer do Cityland Mall um centro comercial como nunca se viu antes, com direito a ilhas artificiais e, sobretudo, muito interação com plantas e árvores de todos os tipos – tudo super eco-friendly, portanto. Uma vez pronto, o Cityland Mall terá 300 pontos de venda, entre boutiques de grifes famosas que já estão fazendo fila pelos seus e restaurantes, além de uma unidade do Carrefour, um cinema com dez salas e um parque de diversões pra Disney nenhuma colocar defeito. (Por Anderson Antunes)

*

Clica na galeria aí embaixo pra ver mais fotos do Cityland Mall de Dubai: