23.04.2018  /  14:14

Novo bebê real causará impacto financeiro de pelo menos R$ 284 milhões em um ano no Reino Unido

Dia de festa no Reino Unido || Créditos: Getty Images

O terceiro filho de Kate Middleton e do príncipe William, que nasceu nesta segunda-feira e ainda nem teve o nome revelado para o mundo, causará um impacto financeiro médio de pelo menos £ 59 milhões (R$ 283,8 milhões) na economia do Reino Unido no próximo ano. Isso com base em estimativas da consultoria inglesa Brand Finance, especializada em analisar o lado “comercial” da rainha Elizabeth II, seus parentes e tudo que eles representam.

Em julho de 2013, a Brand Finance estimou que o nascimento do príncipe George naquele ano resultaria em £ 101 milhões (R$ 485,8 milhões) extras no cenário econômico do país nos doze meses seguintes. No caso da princesa Charlotte, que veio ao mundo em maio de 2015, o efeito positivo na produção de riquezas pelos súditos da rainha Elizabeth II foi estimado em £ 76 milhões (R$ 365,6 milhões).

Essas somas se referem basicamente ao impulso que as indústrias de moda e de turismo terão ao longo das próximas semanas em razão da “royal baby fever”. E isso sem considerar a subida ao altar de Meghan Markle e do príncipe Harry, que é um cálculo à parte… De maneira geral, os Windsors dão um gás de £ 57 bilhões (R$ 274,2 bilhões) no PIB britânico, segundo a Brand Finance. Deu pra entender porque a chegada de novos herdeiros na família real é assunto sério? (Por Anderson Antunes)