05.09.2020  /  9:00

Novela sobre a compra do NY Mets termina com saída de J-Lo e A-Rod e entrada de ‘lenda’ de Wall Street

Steve Cohen e o casal Jennifer Lopez e Alex Rodriguez || Créditos: Reprodução

Terminou a novela sobre a compra do New York Mets, que em determinado momento teve até o casal Jennifer Lopez e Alex Rodriguez como personagens principais. Nessa semana os dois confirmaram que desistiram de vez do negócio, ao mesmo tempo em que Steve Cohen – o todo-poderoso investidor que comanda o fundo Point72 Asset Management e é considerado uma lenda em Wall Street – anunciou que está mantendo conversas avançadas para levar o Mets sozinho pagando ao menos US$ 2,6 bilhões (R$ 13,7 bilhões) pelo time de beisebol mais famoso dos Estados Unidos.

J-Lo e A-Rod, este último um dos maiores nomes do esporte em todos os tempos, estavam dispostos a participar de um consórcio pela aquisição do Mets que também contaria com o investidor Wayne Rothbaum. Uma oferta de US$ 1,5 bilhão (R$ 7,93 bilhões) pela equipe de NY chegou a ser orquestrada pelo trio, sendo que a estrela e o astro desembolsariam juntos um terço do valor.

Em meados de junho, o banqueiro americano Sal Galatioto, dono do banco de investimentos Galatioto Sports Partners, também ensaiou entrar na jogada bilionária com US$ 250 milhões (R$ 1,32 bilhão), mas no fim os atuais donos do Mets (a família americana Wilpon) achou o montante baixo demais e mandou avisar que não analisaria propostas inferiores a US$ 2 bilhões (R$ 10,58 bilhões). Fundado em 1962, o Mets faturou US$ 362 milhões (R$ 1,91 bilhão) em 2019, ano em que mais de 2,4 milhões de pessoas foram aos estádios assistir seus jogadores em ação. (Por Anderson Antunes)