Publicidade
Walter Salles
Walter Salles || Créditos: Juliana Rezende
Walter Salles || Créditos: Juliana Rezende

Glamurama, que estava entre os convidados da première carioca de “Fonte da Juventude”, de Estevão Ciavatta, essa terça-feira no Shopping da Gávea, puxou papo com Walter Moreira Salles. O cineasta foi sozinho ao evento e quase fica sem ingresso, por conta da lotação da sala. “Sou fã do Estevão há muito tempo e confesso que estou louco pra assistir, pela importância do tema e pelo talento que ele é”. Um elogio vindo de quem assina “Central do Brasil”, “Abril Despedaçado”, “Diários de Motocicleta”, parceiro de Francis Ford Coppola em “On The Road”, alguém que foi indicado ao Oscar, ganhou um Globo de Ouro, dois BAFTAs e três troféus em Cannes…

Sim, Walter é tudo isso, mas antes de finalizar certos trabalhos, manda para o dono da Pindorama Filmes dar um check. “A gente troca muito material. Eu edito um trecho e mando para o Estevão ver, e ele edita coisas e me envia também. A gente tem isso, um diálogo muito fecundo, mas não trabalhamos juntos oficialmente ainda. Eu adoraria”, nos disse.

Em que Walter tem se dedicado neste momento? “Acabei agora um curta produzido por Jia Zhang-ke, um diretor chinês, em Mariana. É uma ficção, mas acontece o rompimento da barragem. E também será feito um documentário depois. Fiz dois projetos em um. Depois disso não sei, ainda estou pensando no próximo filme”.  (por Michelle Licory)

 

Instagram

Twitter