O The Red Hen, que não quis atender Sarah Sanders, a porta-voz do presidente || Créditos: Getty Images/Reprodução

Trump chama restaurante de “sujo” mas esquece que o seu violou 13 códigos de saúde só em 2017

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
O The Red Hen, que não quis atender Sarah Sanders, a porta-voz do presidente || Créditos: Getty Images/Reprodução

Donald Trump detestou saber que a porta-voz da Casa Branca Sarah Huckabee Sanders e sua família passaram por um perrengue na última sexta-feira quando escolheram jantar no The Red Hen, um restaurante que fica em Lexington, no estado americano da Virgínia, distante cerca de três horas de carro da capital Washington. O dono do estabelecimento se recusou a servir Sanders e companhia porque ela trabalha para o republicano, que atualmente está sob fogo cruzado em razão de sua polêmica política de tolerância zero com imigrantes ilegais que cruzam a fronteira dos Estados Unidos com o México.

Armado do smartphone que vira e mexe cria problemas para o Serviço Secreto, Trump resolveu defender a fiel escudeira no Twitter. “O restaurante The Red Hen focar mais na limpeza de seus toldos, portas e janelas (que necessitam urgentemente de uma pintura) sujos, ao invés de se negar a atender uma pessoa boa como Sarah Huckabee Sanders”, ele postou no microblog nesta segunda-feira. “Sempre segui uma regra, se um restaurante está sujo por fora, está sujo por dentro!”, acrescentou.

Detalhe: o restaurante de Mar-a-Lago, a suntuosa residência-clube dele na Flórida, cometeu 78 violações de códigos de saúde entre 2014 e 2017, conforme revelado pela rede americana de televisão “Fox News”, sendo 13 só no ano passado. Entre outras coisas, autoridades identificaram problemas sérios no hotspot como tábuas de corte sujas, chefs preparando comida sem lavar as mãos e um “acúmulo de substância preta/verde semelhante a mofo na máquina de gelo”. Trump nunca tuitou sobre isso com o mesmo afinco do ataque que fez ao The Red Hen… (Por Anderson Antunes)

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…