Michelle Obama
Foto: Reprodução/ABC/Richard Cartwright

Taylor Swift, Michelle Obama e mais famosos lamentam decisão antiaborto da Justiça dos EUA

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

A Suprema Corte dos EUA decidiu, nesta sexta-feira (24), suspender o direito constitucional ao aborto nos Estados Unidos. Famosos, como Taylor Swift, Michelle e Barack Obama, lamentaram a decisão nas redes sociais.

“Hoje, a Suprema Corte não apenas reverteu quase 50 anos de precedente, mas relegou a decisão mais pessoal que alguém pode tomar aos caprichos de políticos e ideólogos – atacar as liberdades essenciais de milhões de americanos”, escreveu Barack Obama em seu Twitter.

A ex-primeira dama Michelle Obama também se pronunciou sobre o caso com uma extensa carta: “Estou com o coração partido em saber que as pessoas deste país perderam seu direito fundamental de tomar decisões conscientes sobre o que fazer com seus próprios corpos”.

Taylor Swift compartilhou a carta de Michelle e ainda disse: “Estou absolutamente aterrorizada que ocupemos este lugar – que depois de tantas décadas de pessoas lutando pelos direitos das mulheres a seus próprios corpos, a decisão de hoje nos tirou isso”.

O escritor Stephan King, Mark Ruffalo, entre outros se juntaram ao movimento e protestaram contra a decisão da Suprema Corte nas redes sociais.

Veja a repercussão:

Você também pode gostar