Carlos Jereissati Filho foi um dos convidados do preview da 11ª edição da Sp-Arte/Foto || Créditos: Paulo Freitas

Sp-Arte/Foto chega a 11ª edição mais enxuta e com vontade de ganhar as ruas

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Carlos Jereissati Filho foi um dos convidados do preview da 11ª edição da Sp-Arte/Foto || Créditos: Paulo Freitas

Uma das maiores feiras de fotografia de São Paulo, a SP-Arte/Foto, chega a sua 11ª edição com fôlego de sobra e novidades mil – como a troca de livros, que contamos antes, e uma série de Talks com curadores, colecionadores e galeristas no Lounge One do JK Iguatemi. Dividida em dois andares, neste ano a feira conta com 32 galerias que oferecem o melhor da fotografia contemporânea, com quatro estreias que merecem atenção: as paulistanas DOC e Janaina Torres – com trabalhos de Talitha Rossi, conhecida como a “musa do grafite”; a carioca Inox, com trabalhos must see de Celina Portella, que ultrapassa as barreiras da moldura e propõe um divertido ‘brincar’ com suas fotos, e a mineira Periscópio.

Fernanda Feitosa, fundadora e diretora da feira, em conversa com galeristas e convidados, indica que há uma vontade grande de que a SP-Arte/Foto ganhe as ruas em 2018, como uma extensão do que acontece no terraço do JK Iguatemi, porém, com galerias abertas e recheadas de novidades. A vontade ainda não foi formalizada e por enquanto a ideia só pode vir a acontecer ano que vem.

Entre as novidades poderosas da feira, a Luciana Brito Galeria apostou em grandes nomes como Caio Reisewitz, João Luiz Musa, Rochelle Costi e Marina Abramović – o tríptico da artista custa 90 mil euros. A Galeria Mario Cohen traz as fotos de Cássio Vasconcellos em edição limitada; enquanto a galeria Casa Triângulo aposta em obras impactantes de Ivan Grilo.

A feira segue até o dia 27 com entrada gratuita e Glamurama entrega em primeira mão, na galeria abaixo, como foi a tarde especial para colecionadores e convidados. Chega mais…

Você também pode gostar