Publicidade
Suzana Pires || Créditos: Divulgação

 

Suzana Pires || Créditos: Divulgação
Suzana Pires || Créditos: Divulgação

Com o prêmio de melhor atriz pelo filme a “Grande Vitória”, no Los Angeles Brazilian Film Festival em 2014, no elenco dos recentes “Loucas pra Casar ” e “Casa Grande” e autora ao lado de Walter Negrão da nova minissérie da Globo “Damas da Noite”,  Suzana Pires está em êxtase. Aos 37 anos, no auge da sua carreira e cheia de planos, a atriz, que é formada em filosofia, contou ao Glamurama um pouco sobre suas personagens, vida pessoal e planos para o futuro.

Por Stella Maris Prado

Glamurama – Você foi a única atriz brasileira a participar do Sudance Directors Lab em Utah, nos Estados Unidos. Como foi essa experiência? Qual foi o maior aprendizado que trouxe de lá?

Suzana Pires – O Sundance Lab é realizado no Rancho do Robert Redford, com todas as instalações necessárias para que as oito equipes selecionadas (de todo o mundo) possam exercitar sequências dos seus filmes, escolher a melhor linguagem, improvisar cenas, assumir riscos. Lá tem edição, estúdio, locação, alojamentos, enfim uma superestrutura onde mais de 100 profissionais do cinema ficam, sem sair, durante um mês. O Felipe Barbosa foi selecionado como diretor para ir com o projeto do filme “Casa Grande”, tinha direito de levar uma atriz e me convidou. Foi lá que comecei a desenvolver a Sonia, a lidar com as dificuldades e nuances da personagem. Era um perde e ganha diário. Um dia, chegávamos no ponto exato da cena e no outro nos arriscávamos e fazíamos coisas ruins. Voltei de lá uma artista que não tem medo de errar.

Glamurama – Você é formada em filosofia. Isso a influenciou de alguma forma a começar a escrever? E na suas atuações, ajuda?

Suzana Pires – Estudei num colégio tradicional do RJ chamado Pedro II, onde estudamos filosofia no colegial. No segundo ano, fui reprovada em quase tudo e passei em filosofia com louvor. Eu estava apaixonada por Platão e só queria saber de estudar “A República”. Não foi possível naquele momento, eu tinha que terminar o colegial e estudar muita química e muita física ainda (risos). Aos 19 anos passei no vestibular e fui cursar faculdade de filosofia na PUC-RJ. Lá me dediquei a estudar a Grécia Antiga, origem da dramaturgia, e “A Poética de Aristóteles”, o primeiro manual de roteiro do mundo. Quando me formei, estava mais segura para assumir profissionalmente também a atuação. Hoje a filosofia tem um lugar de intimidade na minha vida. Continuo estudando, mas não suporto ficar citando filósofos e nem de papo cabeça. Conhecimento vai para a célula, é nisso que acredito.

Glamurama – Acredita que falta aos novos atores essa formação mais teórica?

Suzana Pires – Sim. A teoria possibilita um maior instrumental ao ator na hora de compor personagens, de compreender uma obra. A teoria quanto a prática das aulas de voz, corpo, canto, pintura, engenharia… Tudo é material para compor o imaginário de um artista. Um ator ou uma atriz jovem que não estude pode correr o risco de, ao longo da carreira, apresentar um trabalho repetitivo, sem emoção e sem estofo. Por outro lado, tem uma turma jovem vindo aí muito preparada. Que não abre mão do seu conteúdo artístico. Com certeza, estou de olho nessa turma!

Glamurama – Em que você se identifica com a Sônia, de “Casa Grande”?

Suzana Pires  – Na primeira parte da sua trajetória: submissa e omissa não me identifico, o que foi ótimo encarar este desafio. Quando a Sonia percebe que é ela quem tem que colocar comida dentro de casa e sai da sua região de conforto, aí me identifico.

Glamurama – E na divertida Lúcia, de “Loucas para Casar”, vocês tem algo em comum?

Suzana Pires – Sim, adoramos piadas de sexo (risos)

Glamurama – Está chegando a vontade de casar e ter filhos?

Suzana Pires – Ainda não.

Glamurama – Você está namorando?

Suzana Pires – Não. Vamos ver o que 2015 me reserva.

Glamurama – A superexposição na mídia atrapalha os relacionamentos?

Suzana Pires – Quando está na fase de se conhecer, sair para jantar, comecinho de algo, aí pode atrapalhar sim.

Glamurama – Além da minissérie, “Damas da Noite” que está escrevendo ao lado de Walter Negrão, já tem outros planos para este ano?

Suzana Pires – Vou lançar o filme “Casa Grande”, filmar mais três longas, desenvolver o próximo projeto para TV, estrear projeto na internet. Enfim, muita coisa!

Confira abaixo as personagens mais marcantes da carreira da atriz na, opinião dela mesma.

[galeria]2143901[/galeria]

 

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Dia 17 de Abril

Dia 17 de Abril

3 boutiques de streetwear para descobrir em Paris Embora Paris seja conhecida por suas prestigiosas boutiques de luxo,...

Instagram

Twitter