Sophie Charlotte, a garota da vez, fala da vida, do namorado e encarna uma diva em ensaio exclusivo

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

 

Por Isabel de Barros

Primeira vez a gente nunca esquece. Foi nesse clima meio proibido, meio mágico que Sophie Charlotte encarou nossas câmeras. Ela estava ansiosa, excitada. “Sempre gostei muito da revista, estava só aguardando o convite”, disse a atriz, que faz sua estreia em grande estilo na JP.

* No ar na novela global “Sangue Bom”, Sophie interpreta amora, uma it girl e blogueira, que vive postando seu look do dia. “Passei a acompanhar vários blogs para entender como fazer isso. Percebi que a bolsa está sempre na frente do corpo de uma verdadeira it girl, em primeiro plano”, diz ela, que segue em seu instagram blogueiras como a francesa Betty e a italiana Chiara Ferragni. Fato é que Sophie está vibrando com sua primeira protagonista. “Virei uma barbie gigante”, conta, sobre os looks da personagem. “Amora edita e usa as tendências a seu favor.”

* Aos 24 anos, a atriz estava merecendo uma personagem dessas. E 2013 promete: Este ano ela também entra para o cinema com o filme “Serra Pelada”, de Heitor Dhalia. Seus companheiros de elenco são ninguém menos que Matheus Nachtergaele e Wagner Moura. “Fazer cinema foi mais do que tudo que sonhei a vida inteira. Quero mais e mais”, diz, animadíssima, sempre gesticulando muito com as mãos.

* O trejeito, descobrimos mais tarde, vem de sua avó paterna, que é contadora de histórias. Bastante ligada à família, Sophie tem uma história interessante. Nasceu em Hamburgo, na Alemanha, onde morou até os sete anos de idade. Filha de mãe alemã e pai brasileiro, ela diz que traz da veia alemã a “liberdade de ser o que quero”. O alemão na ponta da língua mantém graças à comunicação com os avós. Já a parte paterna da família vem do Pará. “Gosto de salada de batata e salsichão, mas também de pato no tucupi”, resume sua dualidade. “Peguei o melhor dos dois países.”

* A vida amorosa vai muito bem, obrigada. Namorada de Malvino Salvador, com quem mora junto há dois anos,  cita o “namorido” sempre que pode. “Somos muito família, caseiros.” Sobre o corpo em forma, a bailarina de formação revela que pratica aeróbico e musculação e só compra orgânicos. “Foi o Malvino que me ensinou a comer bem, a ser regrada, comer de três em três horas.” A gente acredita: o namorado da moça é conhecido pelo tanquinho. Ciumenta ela? “Sou taurina, né?!” Para bom entendedor meia palavra basta.

* Junto, o casal ama viajar – já estiveram em Nova York e Paris. Mas a última temporada fora de Sophie foi com a família, na Itália. “Viajar é o luxo-mor”, diz ela, que se dá esse direito sempre que pode. “Viajando a gente se reinventa. Adoro me disfarçar quando estou fora.”

Você também pode gostar