Rolling Stones desembarcam em Cuba para show histórico

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
^E348A0AB3AE9970894B9D36242775CD23DE99A36D334BE2674^pimgpsh_fullsize_distr
Em sentido horário, os músicos momentos após pousarem em Cuba, o palco onde acontece o show sendo preparado, clique feito por Georgia May Jagger do avião da banda e o cartaz criado especialmente para a passagem dos músicos na ilha || Créditos: Reprodução Instagram

Na semana que começou com Barack Obama em Cuba declarando o fim da Guerra Fria nas Américas, o clima na ilha comunista é de puro rock’n’roll. E por outra visita não menos histórica: acontece em Havana, nesta sexta-feira, um show gratuito da turnê “America Latina Olé”, dos Rolling Stones, banda que teve suas músicas vetadas no país entre os anos 1960 e 1980 por ser considerada subversiva – assim como muitas outras. Ouvir Stones nesta época, só de forma ilegal.

A banda inglesa desembarcou na cidade nessa quinta-feira a bordo de seu avião particular, acompanhada de um staff formado por 60 profissionais e ainda membros de suas famílias – a modelo Georgia May Jagger, filha de Mick Jagger e Jerry Hall, está na trupe. “Temos tocado em muitos lugares especiais durante a nossa longa carreira, mas esse show em Havana será um marco para nós, e esperamos que para todos os nossos amigos em Cuba também”, comunicou a banda antes de chegar à ilha. A apresentação acontece em um complexo esportivo na capital cubana, onde são esperadas até 400 mil pessoas.

Antes de Cuba, a banda passou por Brasil, Uruguai, Chile , Argentina e México. Abaixo, um vídeo de Ron Wood, Mick Jagger, Keith Richards e Charlie Watts saudando o povo cubano e a noite de Havana registrada por Georgia May Jagger, que disse “Eu amo Cuba! Não quero ir embora nunca.”

Você também pode gostar