a

Portuguesa Carminho começou a ouvir música brasileira com as novelas

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
a
Carminho: mais uma vez ao Brasil || Crédito: Leo Aversa

Carminho já perdeu a conta de quantas vezes se apresentou no Brasil. Com uma voz doce e poderosa, a fadista portuguesa desembarcou no país para mais dois shows do seu CD “Canto” – lançado por aqui no ano passado. Ela se apresenta nesta sexta-feira na Casa de Portugal, em São Paulo, em comemoração aos 80 da casa luso-brasileira, e no domingo no Vivo Rio. Abaixo, a entrevista com a cantora, que revelou que descobriu a música brasileira pelas novelas e que já se sente em casa entre os nós. “É um público quente, que gosta de música, que conhece e canta o repertório, e fico muito feliz que ele seja cada vez maior”, disse.

Por Denise Meira do Amaral

Glamurama – Quantas vezes já se apresentou no Brasil?
Carminho – Já perdi a conta (risos). Tenho vindo com alguma frequência desde 2010, já fiz shows sozinha e no Festival de Fado.

Glamurama – Como é voltar mais uma vez por aqui? Já se sente de casa?
Carminho – Voltar ao Brasil é sempre muito bom. Já tenho amigos por aqui que são como uma família. O show de domingo vai ser um reencontro com o público do Rio, baseado no disco “Canto”, mas muito ligado ao repertório que tenho vindo apresentar nos últimos tempos e que me fez crescer como artista. E também para reencontrar o repertório dos meus três discos.

Glamurama – No show da Mangueira em janeiro deste ano, com participação de Chico e Bethânia, o público aplaudiu você de pé. A que se deve tamanha identificação e admiração do brasileiro com a sua música?
Carminho – Já fiz alguns dos shows na Mangueira, algumas vezes com Chico e nesse último ano com a Alcione, que eu adoro! É um aprendizado enorme para mim todos esses encontros. O público brasileiro recebe a minha música, sobretudo o repertório brasileiro que venho a interpretar, com alguma surpresa por conta desse meu sotaque de Portugal. Tento dizer e interpretar as palavras de uma maneira muito pessoal, com o sentimento meu, e é claro que elas ficam diferentes. Talvez seja isso que desperta os ouvidos e as sensações das pessoas daqui. O público no Brasil é quente, gosta de música, conhece e canta o repertório.

Glamurama – No CD novo, você tem duas faixas feitas em parcerias com músicos brasileiros [Caetano e Marisa Monte]. Como isso se reflete em Portugal?
Carminho – Lá nós temos um conhecimento e um carinho grandes pela música e pelos artistas brasileiros. Toda a gente conhece as novelas brasileiras e foi através delas que comecei a ouvir os cantores e compositores daqui. De alguma maneira, penso que agora os brasileiros estão a devolver esse carinho que nós portugueses sempre tivemos pela cultura do Brasil, conhecendo melhor os artistas como eu e tanto outros que têm chegado por aqui.

a
Carminho no show da Mangueira, no Rio || Crédito: AgNews

Carminho
Quando: 29 de abril, às 21h
Onde: Casa de Portugal – avenida da Liberdade 602 – 2º andar, Liberdade – SP
Ingresso Rápido

Quando: 1 de maio, às 20h
Onde: Vivo Rio – avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo – RJ
Ingresso Rápido 

 

Você também pode gostar