Publicidade

Candido Portinari volta ao Masp a partir desta quinta-feira. Com 11 telas – oito da série “Bíblica” e três de “Retirantes” -, a mostra traz duas fases distintas do pintor de Brodowski, no interior de São Paulo, e um dos mais prestigiados do mundo. Da série “Bíblica” estão as interpretações de Portinari do Velho e Novo Testamento, produzidas entre 1942 e 1944 para a sede da Rádio Tupi a pedido de Assis Chateaubriand e inspiradas nos traços de Picasso.

As três obras de “Retirantes” são de 1944 e 1945 e se aproximam da técnica expressionista dos mexicanos Orozco e Siqueiros. Juntas, as 11 obras representam o período mais forte de denúncia social de Portinari e reflete a situação brasileira diante das calamidades da guerra e que sensibilizaram inúmeros pintores europeus. Vamos?

[galeria]482563[/galeria]

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Dia 10 de Abril

Dia 10 de Abril

Altas horas   Ver essa foto no Instagram   Uma publicação compartilhada por VIRAGE (@virage.paris) Não são as...

Instagram

Twitter