Topshop é forçada a fechar as portas em Londres. Sabe por quê?

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

Algumas das principais lojas da Topshop, incluindo a flagship, em Londres, precisaram fechar as portas por algumas horas no último fim de semana. O motivo não foi dos mais animadores: manifestantes estão revoltados porque Sir Philip Green, do grupo Arcadia, foi acusado de sonegação de impostos. O zunzunzum foi tão grande que muitos manifestantes invadiram algumas lojas gritando "paguem os impostos" e exibiam cartazes com frases ameaçadoras. No fim, todos foram retirados à força pela polícia, que reabriu os estabelecimentos.

* O mesmo aconteceu com as lojas Dorothy Perkins, Evans e Miss Selfridge – todas do grupo Arcadia. Segundo o site da "Vogue" britânica, o rombo nos orçamentos chega a 120 bilhões de libras, mas a assessoria de imprensa da marca não comenta o assunto. E Philip Green, muito menos. Que situação…

Manifestantes retirados por policiais das lojas da Topshop: parece que o grupo Arcadia anda sonegando impostos...

Você também pode gostar