Publicidade
Hudinilson Jr., Sem Título 1980/2009
Hudinilson Jr., Sem Título 1980/2009 || Crédito: Divulgação
Hudinilson Jr., Sem Título 1980/2009  ||  Crédito: Divulgação
Hudinilson Jr., Sem Título 1980/2009 || Crédito: Divulgação

O arte do paulista Hudinilson Jr. (1957 – 2013), cujo espólio é representado pela galeria Jaqueline Martins, conquistou curadores pelo mundo . Cinco obras dele foram adquiridas pelo MoMA, de Nova York. Entre elas, um políptico de 10 peças. Já o Museo de Arte Reina Sofia, em Madri, adquiriu outra obra de Hudinilson, como também o Malba em Buenos Aires, outras quatro obras. Artista multimídia, ele foi um dos precursores na arte xerox no Brasil.

Mais artistas representados pela galeria tiveram importantes aquisições. A alagoana Martha Araújo agora tem trabalhos seus no Migros Museum, em Zurique, e obras da baiana Letícia Parente (1930-1991) – pioneira da videoarte brasileira – também foram adquiridas pelo Sammlung Verbund, em Viena, e o Reina Sofia.

Hudinilson Jr., Exercício de Me Ver, 1980
Hudinilson Jr., Exercício de Me Ver, 1980 || Crédito: Divulgação

Instagram

Twitter