Publicidade
O anel de platina que contém o Pink Legacy || Créditos: Getty Images
Anel Pink Legacy || Créditos: Getty Images

Dou-lhe uma, dou-lhe duas, dou-lhe três… “Pink Legacy”, considerado o diamante rosa mais bonito do mundo, foi vendido nesta terça-feira pela Christie’s de Genebra por exatos US$ 50 milhões (R$ 188,1 milhões), tornando-se uma das pedras preciosas mais caras já vendidas no martelo até hoje. Encontrar diamantes com a mesma qualidade e tamanho de Pink Legacy é algo extremamente raro: apenas 1 em 100 mil pedras se encaixam em sua altíssima graduação.

Com seus 18,96 quilates e histórico de 250 anos, a pedra que adorna uma armação de platina tem a classificação “fancy vivid” por causa de sua cor forte, e pertencia à família Oppenheimer, a mais rica da África do Sul, dona da mineradora De Beers. A identidade do comprador da preciosidade está sendo mantido em sigilo pela casa de leilões.

Em tempo: o recorde de diamante rosa mais caro vendido em leilão continua pertencendo a um oferecido pela Sotheby’s em 2016, e arrematado na época por um comprador de Hong Kong que desembolsou US$ 71,2 milhões (R$ 267,8 milhões) para tê-lo.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Instagram

Twitter