Clint Eastwood: 86 anos e muitos onrigados
Clint Eastwood: 86 anos e muitos obrigados || Créditos: Reprodução / Getty Images

Nos 86 anos de Clint Eastwood, 5 motivos para dizer “obrigado” ao ator

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Clint Eastwood: 86 anos e muitos obrigados  ||  Créditos: Reprodução / Getty Images
Clint Eastwood: 86 anos de muitos “obrigados” || Créditos: Reprodução / Getty Images

Clint Eastwood é o típico astro de filmes de faroeste: tem pose de galã e cara de mau. Sua longa carreira no cinema, no entanto, superou esse esteriótipo, e ele se tornou uma das lendas de Hollywood. Isso porque teve atuações marcantes tanto na frente das câmeras como atrás delas, como produtor e diretor, e se aventurou até no mundo da política. Nesta terça-feira, Clint Eastwood completa 86 anos na ativa, e Glamurama lista as cinco vezes em que o mundo disse “obrigado” ao astro. Tem agradecimento que vai da carreira à vida pessoal. Só acompanhar!

1 – Obrigado pelos filmes de faroeste

Clint Eastwood: o eterno galã do faroeste  || Créditos: Reprodução
Clint Eastwood: o eterno galã do faroeste || Créditos: Reprodução

Esta homenagem não poderia começar de outra maneira. Clint arrebatou corações e fez fama com suas interpretações nos longas de western, principalmente do diretor italiano Sergio Leone. A trilogia “Por um punhado de dólares”, de 1964, “Por uns dólares a mais”, de 1965, e “Três Homens em Conflito”, de 1966, em que Clint interpreta um homem sem nome, o levaram ao status de estrela do cinema mundial. Mas este foi só o começo: ele ainda estrelou grandes clássicos, como “O bom, o mau e o feio”, de 1966; “O Estranho sem nome”, de 1973; “O Cavaleiro Solitário”, de 1985; e “Os Imperdoáveis”, de 1992.

2 – Obrigado pela cara de mau

Ai que medo, Clint  ||  Créditos: Reprodução / Getty Images
Ai que medo, Clint || Créditos: Reprodução / Getty Images

É um clássico de Clint. Até nos filmes em que ele faz o bom moço, a cara de mau permanece intacta. Um traço da personalidade de Clint, que sempre foi discreto, e também por sua feição, já que, apesar de ter nascido nos Estados Unidos, ele tem ascendência escocesa, inglesa, alemã e irlandesa. Que mix!

3 – Obrigado pelos filmes dirigidos

Clint também é astro por trás das câmeras  ||  Créditos: Reprodução
Clint também é astro por trás das câmeras || Créditos: Reprodução

Este é um quesito importantíssimo. Desde sua estreia como diretor, em “Perversa Paixão”, de 1971, ele vem colecionando elogios da crítica e grande sucesso de público, com filmes como “Sobre Meninos e Lobos”, de 2003; “Gran Torino”, de 2008; e “Invictus”, de 2009. Ganhou quatro vezes o Oscar, com destaque para “Os Imperdoáveis”, de 1992, e “Menina de Ouro”, de 2004, em que levou a estatueta de melhor diretor. Em 1995, recebeu o Prêmio Memorial Irving G. Thalberg em reconhecimento à carreira no cinema.

4 – Obrigado por desistir da política

APTOPIX Republican Convention
Clint Eastwood até que fica bem em cima do palanque || Créditos: Getty Images

Acredita que ele já foi prefeito? Sim, entre 1986 e 1988 Clint comandava a cidade americana de Carmel-by-the-Sea, no estado da Califórnia. Pelo bem geral da nação, ele não seguiu carreira – o que deixa mais espaço para os filmes, que é o que ele sabe fazer melhor. Mesmo assim, ele ainda é muito ligado à política: é membro do Partido Republicano desde a década de 1950, e participou em campanhas como a de Richard Nixon à presidência de 1968, de Arnold Schwarzenegger para governador da Califórnia em 2003 e 2006 e de John McCain, que concorreu à presidência dos Estados Unidos em 2008.

5 – Obrigado pelo filho

Scott Eastwood, o filho gato de Clint  ||  Créditos: Reprodução Instagram
Scott Eastwood, o filho gato de Clint || Créditos: Reprodução Instagram

Uma nova geração dos Eastwood está aí. Clint tem sete filhos, mas um deles tem se destacado: Scott Eastwood, que aos 30 anos tem trilhado uma carreira nas telas, com participações na série “Chicago Fire” e em filmes como “Velozes e Furiosos 8”, que será lançado em 2017. Mas ele faz sucesso mesmo é como modelo, com trabalhos ao redor do mundo. Ele já veio ao Brasil e posou ao lado de Gisele Bündchen e teve até um chamego com Thaila Ayala. Ui!

Você também pode gostar