Publicidade

O rapper haitiano ganhador do Grammy, Pras, do grupo Fugees, que estava escalado para tocar na festa nova-iorquina “I Hate Models”, na Mokaï, nesta sexta-feira, não virá mais ao Brasil. É que a mãe dele, infelizmente, está entre os desaparecidos do terremoto no Haiti. Sensibilizados pela tragédia, os sócios da casa decidiram continuar com a festa e reverter um percentual da renda arrecadada para uma instituição escolhida pelo rapper no Haiti. Rico Mansur e Puff substituem o músico nas pick ups.

Pras : rapper haitiano

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Instagram

Twitter