Mark Zuckerberg || Créditos: Getty Images

Nem Mark Zuckerberg escapou do vazamento que afetou mais de 50 milhões de usuários do Face

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Mark Zuckerberg || Créditos: Getty Images

Até mesmo Mark Zuckerberg e alguns dos subordinados diretos dele estão entre os mais de 50 milhões de usuários do Facebook cujos dados pessoais foram hackeados, conforme anunciado pelo próprio cofundador e CEO do site na última sexta-feira. “Essa é uma questão de segurança muito séria, e que estamos tratando com a devida seriedade”, o bilionário de 33 anos postou em sua conta oficial na ocasião, evitando estrategicamente a palavra “falha”. “Precisamos ser mais pró-ativos”, ele se limitou a escrever.

Sheryl Sandberg, superintendente-executiva e braço direito de Zuck, assim como Nicola Mendelsohn, vice-presidente do Face na Europa, também estão entre as vítimas do vazamento, que já resultou em um processo coletivo aberto ainda na sexta por outros usuários afetados. Acredita-se que a ação possa vir a se tornar a maior desse tipo em toda a história jurídica dos Estados Unidos, o que se traduz em bilhões de dólares em possíveis indenizações a serem pagas.

Os prejuízos, aliás, já estão sendo sentidos: no último pregão da semana passada, a ação da holding Facebook Inc negociada na bolsa eletrônica NASDAQ terminou o dia em baixa de 2,59%, deixando Zuckerberg cerca de US$ 1,6 bilhão (R$ 6,5 bilhões) menos rico (no momento ele é o oitavo homem mais rico do mundo, com fortuna de US$ 61,5 bilhões/R$ 248,6 bilhões). Considerando que os estragos recentes causados pelo #FaceLeaks, o sentimento de debandada geral entre os investidores tem tudo para continuar reinando no curto prazo. (Por Anderson Antunes)

*

Abaixo, o post que Zuckerberg fez em sua conta oficial no Facebook, anunciando o vazamento:

https://www.facebook.com/zuck/posts/10105274505136221

Você também pode gostar