Na China, McDonald’s causa polêmica entre militantes de esquerda

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
ChiangCk1
O ponto escolhido para a nova unidade do McDonald’s já serviu de residência para Chiang Ching-kuo || Créditos: Getty Images

Aberto na sexta-feira passada, o mais novo restaurante do McDonald’s na China está causando polêmica. O motivo? O ponto escolhido pela rede de fast-food dos Estados Unidos na cidade de Hangzhou, na região leste do país asiático, já serviu de residência para Chiang Ching-kuo, notório militante do partido nacionalista chinês Kuomintang que foi presidente da República da China em Taiwan entre 1972 e 1978.

Morto em 1988, Chiang era um forte crítico do capitalismo ianque. Ver sua casa sendo ocupada por uma das empresas mais famosas dos Estados Unidos, portanto, não tem agradado os simpatizantes do político.

Em tempo: considerada um excelente ponto comercial, o imóvel espaçoso também abriga uma unidade da Starbucks. (Por Anderson Antunes)

Você também pode gostar