Mariana Ximenes fala sobre profissão, equilíbrio e vontade de ser mãe: “Sempre quis e talvez nunca tenha tido coragem”

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Mariana Ximenes || Créditos: Reprodução

Mariana Ximenes é simpática e falante, mas uma pessoa discreta quando o assunto é vida pessoal, por exemplo. Em um momento de reflexão, ela abriu o coração em entrevista ao canal “A Hora da Naná”, no YouTube. A atriz começou o papo falando da sua carreira e confessou que ela sempre esteve em primeiro lugar, mas que preza pelo equilíbrio da vida pessoal, espiritual e profissional.

Aos 38 anos, Mariana também comentou sobre o seu desejo de ser mãe: “Sempre quis ser mãe e talvez nunca tenha tido coragem, ou porque talvez nunca tenha encontrado um parceiro certo. As coisas acontecem quando tem que acontecer. Então, eu estou aberta para isso, sou corajosa, mas ainda não chegou o momento. Ao longo das possibilidades em que eu poderia ser mãe, não fui. Não sei se por falta de coragem”, disse.

Atualmente, Mariana Ximenes namora o músico Felipe Fernandes e comentou no vídeo sobre a importância de manter bons relacionamentos com a família, amigos e afetos: “Eu sou muito ligada à minha família e também à família que eu construí aqui no Rio de Janeiro, que foi o jeito que encontrei de me dar alicerces sólidos pra poder continuar nessa carreira que tanto amo”, falou.

A atriz também comentou sobre os seus pontos fracos: “Meu pai é advogado e sempre falou com a gente sobre ética. Muitas vezes derrapei, respeitava as pessoas, mas passava por cima de mim por conta disso. Já me senti muito refém por ter que agradar os outro, pois tinha uma dificuldade enorme em falar não. Hoje em dia aprendi a fazer isso, com muito custo. Não sou uma pessoa impulsiva, penso muito antes de cada atitude.”

Além disso, Mariana falou sobre assuntos, como a importância de pedir desculpa, as raízes nordestinas, a vida a dois, e até mesmo a situação política do país. “Tenho fé em quase tudo. Queria ter mais fé na política, na Justiça do nosso país, porque isso está um quadro alarmante”, comenta.

Você também pode gostar