"Sou meio esquisita, curto aventura e adoro estar em movimento. Adoro correr riscos", entrega Mallu
“Sou meio esquisita, curto aventura e adoro estar em movimento. Adoro correr riscos”, entrega Mallu || Crédito Bruna Guerra

Mallu Magalhães prepara disco de samba e fala sobre maternidade

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Mallu Magalhães cantou durante o lançamento da coleção da Converse + PatBo  ||  Crédito: Bruna Guerra
Mallu Magalhães cantou durante o lançamento da coleção da Converse + PatBo || Crédito: Bruna Guerra

A Converse Brasil lançou nesta quarta-feira a coleção que criou em parceria com a marca PatBo, da estilista Patricia Bonaldi. A grande atração do brunch? Mallu Magalhães, que fez um pocket show e logo em seguida conversou exclusivamente com Glamurama. Nosso papo entrega detalhes sobre a vida em Portugal, sobre como o nascimento de Luisa, a primeira filha dela com Marcelo Camelo, está influenciando suas letras, e, claro, sobre música.

Mallu deve lançar um novo álbum em março do ano que vem, mas nada foi divulgado além da música “Casa Pronta”, lançada oficialmente no começo do mês. “Vai ser um disco totalmente em português, que é diferente dos anteriores, e será um álbum voltado para a música brasileira, bem mais moderno. Quero misturar arranjos tradicionais e referências com sambas antigos. O último álbum, ‘Pitanga’, já tem um pouquinho de samba, mas nesse as letras chegarão com mais força. Teremos umas 11 músicas, todas de minha autoria. Acho que vai ser um disco bem diferente dos outros”, entrega.

“Quero variar e deixar o ‘artesanal’ de lado um pouco. Quero fazer um disco mais comunicativo, mais pop, mais pra fora. Quero contar com muitos músicos e evitar tocar, e partir para essa vertente mais exteriorizada, mas o caráter íntimo permanece, afinal, minhas músicas sempre são sentimentais, honestas, sinceras”, entrega, frisando que quer tentar encontrar um ponto de contato com um público novo. “A ideia desta vez é agradar quem já curte, mas também expandir, conseguir tocar para mais gente. Ando com esse sonho de crescimento”, explica.

"Sou meio esquisita, curto aventura e adoro estar em movimento. Adoro correr riscos", entrega Mallu  ||  Crédito Bruna Guerra
“Sou meio esquisita, curto aventura e adoro estar em movimento. Adoro correr riscos”, entrega Mallu || Crédito Bruna Guerra

Em 2013 ela se mudou para Portugal com o marido, o músico Marcelo Camelo, e há três anos a vida do casal é dividida entre lá e cá. Sem dramas, claro, mas aos 23 anos, Mallu parece tirar de letra todo um oceano de distância. “É difícil até falar onde a gente mora, porque viajamos muito e eu tenho muito público aqui no Brasil, então acabo vindo pra cá mais que o normal. Nos últimos dois anos eu passei mais tempo no Brasil que em casa. É difícil essa locomoção porque tudo acaba sempre ficando pela metade. Sempre digo que a gente ‘pinga’. A gente pinga aqui, pinga ali, viaja bastante”, entrega, já explicando que a família do marido é portuguesa e que essa vontade partiu dele. “Ele sempre teve vontade de ir pra lá e eu sou meio esquisita, curto aventura e adoro estar em movimento. Adoro correr riscos. Quando ele veio com a ideia eu topei na hora. Portugal é um país lindo e já me sinto em casa por lá”.

Mãe de primeira viagem, Mallu mantém uma rotina onde Luisa, de pouco menos de um ano, é a prioridade. Ao falar da filha, se refere ao ‘pacotinho’ e conta que ela e Marcelo vivem mandando fotos da pequena quando estão longe da cria, algo que considera o máximo. “Ter um filho muda radicalmente o dia a dia, e emocionalmente também é uma virada assim, muito intensa e também muito esquisita. Eu tinha receio, por ser uma pessoa muito intensa, tinha medo de ser uma mãe explosiva, extrema, sabe? De perder a mão. Sou o oposto. Tudo que eu tinha de perigoso, ruim, se revelou numa eu melhor”, conta. “A maternidade foi um presente pra mim, eu só melhorei. Fiquei mais ponderada, mais tranquila, menos brava e muito mais doce e tranquila. E ao mesmo tempo mais corajosa. Ser mãe me deu essa coragem. Quem é capaz de ter um filho e cuidar dele é capaz de tudo”.

Já no fim da conversa, a cantora relembra que música e moda não são novidades na vida dela, afinal, uma de suas primeiras apresentações ao vivo aconteceu durante um desfile. Anos mais tarde ela seria a garota propaganda das marcas MyShoes e 2ndFloor, além de criar linhas especiais e até coleções para marcas nacionais. “Lembro que tinha acabado de aparecer, de começar a trabalhar com música e fiz uma apresentação ao vivo. Me associaram à moda e aproveitei a onda”, diz ela, que terminou o colegial e se formou em um cursos de piloteira e modelista industrial, passando por técnicas de moulage, moldes e outros diversos módulos técnicos no Senac São Paulo. “Fui fazendo por aí o que achava que tinha a ver comigo. Hoje quem faz minha moda sou eu, literalmente, já que faço minhas roupas, inclusive as roupinhas para minha filha. Faço tudo e adoro muito”, finaliza a moça, que anda cheia de energia e disposição, quase uma ‘nova Mallu’, como ela gosta de lembrar. (Por Matheus Evangelista)

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…