MacKenzie Scott
Foto: Jörg Carstensen/picture alliance via Getty Images

MacKenzie Scott se desfaz de bilhões e pode se tornar ‘a mulher mais generosa da história’

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

É possível que MacKenzie Scott em breve ganhe um novo título mais apropriado do que aquele costumeiramente usado pela imprensa mundial para se referir a ela, que no caso é o de ex-mulher de Jeff Bezos. Casada com o fundador da Amazon por 26 anos, e divorciada dele desde 2019, Scott doou, só no ano passado, US$ 12,5 bilhões (R$ 58,9 bilhões) para ONGs e projetos do terceiro setor – aí incluídas algumas entidades filantrópicas do Brasil.

A escritora por profissão parece estar com a mão ainda mais aberta em 2022. Isso porque só nesse ano, e até agora, Scott doou outros US$ 8,5 bilhões (R$ 40 bilhões), que somados aos de 2021 provavelmente já lhe garantem um outro título: o de bilionária e mulher que mais rapidamente está se desfazendo de sua fortuna para distribui-la aos mais variados tipos de projetos de filantropia e assistenciais.

Em tempo: desde quando se tornou o homem mais rico do mundo, o que deixou de ser tempos atrás ao ser ultrapassado por Elon Musk, Bezos é criticado por não apoiar financeiramente como seus pares e de acordo com seu saldo bancário as causas mais importantes e urgentes da atualidade.

Sempre que coloca a mão no bolso para fazer algo nesse sentido, Scott vende parte das ações da Amazon que recebeu do centibilionário quando os dois oficializaram seu divórcio.

Na ocasião, Bezos, que então era dono de 16% da gigante do e-commerce, transferiu para a mãe de seus quarto filhos 25% dessa participação, ou o equivalente a 4%, que na época valiam perto de US$ 40 bilhões (R$ 188,4 bilhões). E logo depois da troca de riqueza sem precedentes, Scott anunciou ter assinado o “The Giving Pledge”, uma iniciativa de Bill Gates para juntar membros do clube dos dez dígitos que se comprometam publicamente a se desfazer do mínimo de 50% de seus patrimônios em prol de boas ações ainda em vida.

Scott, no entanto, tem um “problema”. É que quanto mais dos seus bilhões saem de sua conta para a caridade, mais os papéis da Amazon sobem na bolsa de valores eletrônica Nasdaq, dos Estados Unidos, e no momento sua fatia na empresa vale US$ 46,4 bilhões (R$ 218,5 bilhões).

Casada há menos de um ano com Dan Jewett, professor de ciências do ensino médio que leciona na prestigiada Lakeside School de Seattle, Scott parece não ter o menor apego ao dinheiro e também parece ter levado a sério seu compromisso com o “The Giving Pledge” que, aliás, seu ex-marido se recusou a assinar.

Você também pode gostar