Publicidade
Lilia Cabral e José Mayer: pegando fogo

Os telespectadores de “Saramandaia”, da Globo, podem esperar cenas quentes para embalar o amor proibido de Vitória Vilar [Lilia Cabral] e Zico Rosado [José Mayer]. Glamurama foi conversar com a atriz, prestes a completar 56 anos, sobre a decisão de mostrar sem maiores pudores a paixão de um casal maduro em um canal aberto. “Na TV isso não é comum. Os jovens vão pensar que pode acontecer com os pais deles também. O fato de ser uma obra fechada dá mais segurança e vamos fazer tudo de maneira criativa, mas sutil. É um trabalho clássico, que me lembra ‘Cem Anos de Solidão’. Mas é um personagem difícil. Tem que ter muita credibilidade, apesar de não ser nada tão exposto. Ninguém fica nu. A gente apenas induz a acreditar que aquilo aconteceu.”

* “Fico orgulhosa de representar as mulheres maduras que não desistiram de viver isso, mas também estou temerosa. Não quero errar e desapontá-las. Nem chocar. Minha personagem se torna a amante. Não é um caminho fácil. É preciso cuidado. É uma linha tênue…  Mas já falei para esse público no cinema, em ‘Divã’.” E para mostrar mais que o de costume… “Sempre fui magra, mas acabei emendando um trabalho no outro e engordei. Quando soube que faria a Vitória, decidi emagrecer. Perdi 9 quilos. ”

* A parceria de anos com José Mayer é essencial para um papel como esse? “Ele tem muito talento, honestidade no olhar. Amigo como ele tem um comprometimento. Não pensa individualmente, e sim no casal, no conjunto. Não fica procurando ter o seu momento. Sabe que estamos no mesmo barco. O Zé debocha de mim o tempo todo. A gente brinca sempre com nossos defeitos e qualidades. É minha alma gêmea na ficção.”

 

 

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Dia 10 de Abril

Dia 10 de Abril

Altas horas   Ver essa foto no Instagram   Uma publicação compartilhada por VIRAGE (@virage.paris) Não são as...

Instagram

Twitter