Leandra Medine Cohen || Créditos: Reprodução

Leandra Medine Cohen anuncia saída do ‘Man Repeller’ em meio a protestos pelo Black Lives Matter

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Leandra Medine Cohen || Créditos: Reprodução

Considerada uma das blogueiras mais influentes do mundo, Leandra Medine Cohen – que esteve em São Paulo em 2015 – deixou o comando do portal de moda e lifestyle que a tornou famosa, o “Man Repeller”. Em um post curtíssimo que fez em sua conta oficial no Instagram na última quarta-feira, ela explicou que tomou a decisão de se afastar do site por considerar que está “desconectada” da realidade vivida por muitas de suas leitoras, das quais a maioria não dispõe de orçamentos generosos para gastarem com as grifes prestigiadas pela publicação online.

A saída dela aconteceu dias depois da postagem de um artigo no qual se discute o ressurgimento do movimento Black Lives Matter, principalmente no que diz respeito ao anúncio de certos produtos para minorias. O texto foi considerado “inapropriado” por muita gente, sobretudo mulheres negras, que aproveitaram para reclamar que não se sentem incluídas nas postagens do “Man Repeller”.

“Vocês têm razão – mesmo apesar de ter escrito de forma tão íntima sobre quase todas as minhas experiências de vida, eu falhei nesse ponto. E isso se deve em parte à minha ignorância nesse tema [de inclusão racial]”, Medine Cohen explicou no Insta. A blogueira também se tornou alvo recente de algumas seguidoras por ter demitido, ainda no começo da pandemia, Crystal Anderson, uma funcionária negra do “Man Repeller”, que não pode comentar o assunto por causa de um acordo de confidencialidade que assinou com o ex-empregador. (Por Anderson Antunes)

*

Abaixo, o post de Medine Cohen no Insta:

https://www.instagram.com/p/CBRkJrNnGId/

Você também pode gostar