Lázaro Ramos assina infantil sobre suas raízes: “Acredito no caminho do brilho”

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

“Tio Lazinho”: era assim que Lázaro Ramos era chamado a todo momento nesse sábado no teatro do Fashion Mall, no Rio. É que o ator assina o texto da peça infantil “As Paparutas” e recebeu os filhos dos amigos na estreia. Passaram por lá Vicente, o caçula de Adriana Esteves, as irmãs Maria e Laura, de Glória Maria, Gael, primogênito de Thiago Lacerda, Antônio Bento e Luiza, duplinha de Lúcio Mauro Filho, e por aí vai. Só faltou mesmo João, de 1 aninho, o bebê de Lázaro e Taís Araújo, que ficou em casa dormindo, enquanto a mãe batia ponto no Projac.

Glamurama pediu para o anfitrião nos explicar o significado do título do espetáculo. “Minha família vem da Ilha do Paty, na Bahia, que tem, no máximo, 200 habitantes [cidade com o maior índice de população negra do Brasil – 97%]. Uma vez por ano, o povo de lá se reúne para fazer uma apresentação. Eles mesmos são artistas e plateia. Minha mãe costumava fazer um número que se chamava Paparutas, no qual ela mostrava um prato típico e cantava as qualidades da comida. Vem daí a inspiração. Meu filho, mesmo pequeno, já foi à ilha e viu o ensaio aqui no teatro”.

O ator não é do tipo que levanta bandeiras contra o preconceito racial. “Precisamos andar pra frente. Essa ferida já está aí há tanto tempo. Temos que mostrar é a autoestima do negro, como faremos na novela ‘Lado a Lado’. Acredito no caminho do brilho, por isso escrevi essa peça”.

 

Maria e Laura, filhas de Glória Maria: programinha cultural
Você também pode gostar