Os integrantes da banda: Mark Hoppus, Matt Skiba, Steve Aoki e Travis Barker || Créditos: Getty Images

Las Vegas nunca mais será a mesma: Blink 182 anuncia residência em cassino da cidade

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Os integrantes da banda: Mark Hoppus, Matt Skiba, Steve Aoki e Travis Barker || Créditos: Getty Images

Elton John, Jennifer Lopez, Mariah Carey, Britney Spears e, agora, o Blink 182. A banda de rock americana acaba de revelar que assinou um mega-contrato com o Palms Casino Resort, de Las Vegas, para se tornar uma das atrações residentes do hotspot. O acordo foi orquestrado pela Live Nation, a poderosa produtora de eventos que também cuida das carreiras de Jay-Z e do U2 e prevê a realização de 16 apresentações entre o fim de maio e novembro.

Vegas, que nem sempre foi um dos locais de trabalho mais desejados por artistas musicais, ultimamente se tornou uma espécie de point de aposentadoria para muitos deles. Inclusive Adele, que odeia cair na estrada, estaria negociando com o Wynn Hotel, do bilionário Steve Wynn, para fazer shows semanais ao longo de um ano no estabelecimento em troca de US$ 500 mil (R$ 1,65 milhão) por aparição.

Nenhum roqueiro ou afins com a relevância do Blink 182, no entanto, tinha se interessado até agora em dar expediente na cidade americana, embora muitas tenham sido cortejadas, algo que provavelmente tem muito a ver com o novo perfil de turistas que baixam por lá, cada vez mais jovens. Só o Palms está investindo US$ 620 milhões (R$ 2,04 bilhões) para atrair esse perfil de público.

E pelo jeito não foi difícil convencer Mark Hoppus, Travis Barker, Matt Skiba e Steve Aoki a aceitarem o métier, hein! “Respondemos com um sim bem redondo na hora!”, os integrantes da banda disseram num comunicado. “Vamos preparar um verdadeiro throwback com clássicos de Sinatra e do Liberace, teremos liberdade total. Se duvidar, a gente até casa no palco… As possibilidades em Vegas são infinitas”. (Por Anderson Antunes)

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…