Khloé, Kourtney e Kim Kardashian, e Kendall e Kylie Jenner || Créditos: Getty Images

Kardashians vencem briga contra gigante americana dos cosméticos e poderão embolsar R$ 37 mi

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Khloé, Kourtney e Kim Kardashian, e Kendall e Kylie Jenner || Créditos: Getty Images

Alguém aí lembra da Kardashian Beauty, a marca de produtos de beleza das Jenners/Kardashians? A empresa nasceu em 2013 com a promessa de concentrar todos os lançamentos no segmento de batons e creminhos delas sob apenas uma holding, e acabou sendo vendida pouco tempo depois para a concorrente bem maior Ulta Beauty, dos Estados Unidos, apesar de que elas aparentemente mantiveram suas funções de garotas-propaganda.

Ou ao menos deveriam ter feito isso, já que em 2016 os novos donos do negócio resolveram processá-las sob a alegação de que um acordo de publicidade firmado entre as partes não foi honrado por Kim, Kourtney e Khloé Kardashian, e também por Kylie e Kendall Jenner, e por isso cobraram milhões em supostos serviços  não concluídos pelas belas na justiça americana.

Depois de uma longa batalha legal, o imbróglio chegou ao fim na última segunda-feira, e com vantagem para o clã mais midiático do showbiz. É que o quinteto não somente foi inocentado das acusações de quebra de contrato como ainda ganhou o direito de receber mais de US$ 10 milhões (R$ 37 milhões) extras a título de indenização pela suposta denunciação caluniosa – ainda cabe recurso.

Não chega a ser uma soma relevante diante das centenas de milhões de dólares com as quais as sisters estão acostumadas, mas também não é grana pra se jogar fora. Principalmente para Kim e Kylie, que eventualmente lançaram suas marcas próprias de cosméticos – respectivamente a KKW Beauty e a Kylye Cosmetics – e vivem atrás de recursos para investirem cada vez mais em suas iniciativas empresariais. (Por Anderson Antunes)

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…