Kanye West e Donald Trump || Créditos: Reprodução

Kanye West revela o verdadeiro motivo que o levou a votar em Donald Trump

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

Kanye West e Donald Trump || Créditos: Reprodução

Todo mundo sabe que Kanye West é trumpista de carteirinha, O marido de Kim Kardashian faz questão de deixar isso bem claro sempre que tem a chance. Mas o que ninguém imaginava é que o motivo por trás do apoio declarado pelo rapper a Donald Trump nas eleições de 2016, e mantido em segredo até agora, tem a ver com um fato que não é exatamente dos mais altruístas. West explicou em entrevista para a GQ americana que só votou no atual presidente dos Estados Unidos há quase quatro anos – e que pretende votar nele mais uma vez nas eleições de novembro – porque sempre viu no republicano alguém com mais capacidade para fazer seu portfólio de investimentos imobiliários crescer.

“Eu compro e vendo imóveis, e o mercado imobiliário americano está performando melhor agora do que quando [Barack] Obama era o presidente”, revelou o astro do hip hop. West foi além e também disse que esse seu aparente talento para o “real estate” não é algo que se aprende nas escolas, “lugares onde as crianças são ensinadas apenas a se tornarem propriedade dos outros”, segundo ele. Por fim, o marido de Kim Kardashian concluiu que decidiu ficar do lado de Trump porque não admite ouvir “pessoas brancas” dizendo para quem deve ir seu voto.

Exageros à parte, a verdade é que o mercado imobiliário dos EUA já não ia muito bem antes da crise causada pelo novo coronavírus e piorou ainda mais depois dela. O próprio Trump ficou US$ 1 bilhão (R$ 5,26 bilhões) menos rico desde que a Organização Mundial de Saúde decretou a pandemia de Covid-19. Dito isso, o fundador da Yeezy pode até ser “o cara”, mas lhe faltou lábia para convencer a mulher a seguir seu exemplo e ir de #Trump2020 nesse ano também: recentemente, Kardashian avisou que não vai apoiar nenhum candidato à Casa Branca em 2020, mesmo apesar de ter um pedido atendido pelo atual morador da residência oficial em sua campanha para libertar uma vovó condenada à prisão perpétua por um crime comum. (Por Anderson Antunes)

Você também pode gostar