Publicidade
Julia Louis-Dreyfus || Créditos: Reprodução
Julia Louis-Dreyfus || Créditos: Reprodução

Integrante do elenco principal do “Saturday Night Live” entre 1982 e 1985, Julia Louis-Dreyfus foi entrevistada pelo apresentador Stephen Colbert no último sábado em um evento beneficente que rolou em Newark, no estado americano de New Jersey, e aproveitou a ocasião para fazer algumas revelações sobre o período em que atuou no humorístico mais assistido da televisão dos Estados Unidos.

Sem muita cerimônia, a Elaine Benes de “Seinfeld” contou para Colbert que o ambiente de trabalho do SNL era “muito, mas muito machista”, apesar de que na época sua percepção das coisas era diferente. “Eu era incrivelmente ingênua e não entendia muito bem a dinâmica [do showbiz]”, explicou a atriz que passou boa parte do ano passado tratando um câncer de mama.

Louis-Dreyfus também confirmou aquilo que todo mundo sabe mas não comenta muito, que é o fato de que muitos comediantes que fizeram carreira na atração que está no ar desde 1975 usavam muita droga para encarar o batente. “Tinha gente que ia trabalhar chapada, usavam todos os tipos de drogas. Mas eu olhava aquilo e pensava, ‘nossa, devem ter muita energia'”, ela disse.

Em tempo: o SNL, que continua fazendo sucesso, mudou muito ao longo dos anos, e em 1999 fez história ao escolher como sua roteirista-chefe Tina Fey, a primeira mulher a ocupar a função. Outros grandes nomes da comédia na atualidade, como Kristen Wiig e Kate McKinnon, também alcançaram o estrelado depois de aparecer no programa. (Por Anderson Antunes)

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Dia 10 de Abril

Dia 10 de Abril

Altas horas   Ver essa foto no Instagram   Uma publicação compartilhada por VIRAGE (@virage.paris) Não são as...

Instagram

Twitter