Juíza mineira imita Luana Piovani em ‘truque’ para não usar máscara em locais fechados e é alvo de críticas

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Ludmilla Lins Grilo e Luana Piovani / Crédito: Instagram

Com mais de três milhões de seguidores nas redes sociais, não é de se admirar que Luana Piovani influencia uma grande porcentagem de pessoas que a segue, tanto nas boas ações, como naquelas que são um tanto quanto duvidosas. E a prova disso são os vídeos postados pela juíza Ludmilla Lins Grilo, da Vara Criminal e da Infância e da Juventude de Unaí, Município de Minas Gerais, que conta com mais de 100 mil seguidores nas redes sociais.

No Twitter, a profissional gravou um vídeo ‘tutorial’ para não precisar usar a máscara fora de casa. “Passo a passo para andar sem máscara no shopping de forma legítima, sem ser admoestado e ainda posar de bondoso. 1- compre um sorvete. 2- pendure a máscara no pescoço ou na orelha, para afetar elevação moral; 3- caminhe naturalmente”, escreveu ela na legenda do vídeo.

Imediatamente, internautas indignados responderam a juíza e lembraram que ela nem mesmo foi original, já que Luana Piovani havia gravado um vídeo com a mesma proposta de tomar um sorvete para driblar o uso da proteção. Na sequência, a atriz contraiu o vírus e se arrependeu. “Mande esse vídeo pra UTI do hospital aqui ao lado de casa, onde centenas de pessoas estão morrendo”, escreveu uma seguidora em relação a Ludmilla. “Nunca vi uma juíza se comportar dessa forma!Quanto desrespeito aos que precisam desse instrumento para trabalhar e se proteger”, disse outro.

É importante ressaltar que Ludmilla Lins Grilo já havia sido alvo de críticas após defender aglomerações nas redes sociais. Na ocasião, advogados pediram que o Conselho Nacional de Justiça apurasse a conduta da juíza, que atua em Buriti, Minas Gerais. O pedido destaca publicações feitas por Grilo no Twitter. “Uma cidade que não se entregou docilmente ao medo, histeria ou depressão”, diz a juíza em um vídeo que mostra pessoas reunidas em Búzios, no Rio de Janeiro.

Confira o post!

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…