Jornal americano relembra saia justa entre Lauren Bacall e Anderson Cooper

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

Em meio ao suicídio de Robin Williams no início da semana e a tragédia que tirou a vida do candidato à presidência Eduardo Campos nesta quarta-feira, a morte da atriz Lauren Bacall, uma das maiores estrelas de Hollywood, passou quase despercebida aos brasileiros – mas não ao Glamurama, que fez prestou homenagem relembrando suas frases célebres. Nos Estados Unidos e no restante do mundo, no entanto, a atriz foi bastante lembrada pela imprensa, inclusive por conta de seu temperamento forte.

O “New York Post” desta quinta-feira, inclusive, publicou uma nota sobre uma descompostura passada por Bacall em um então adolescente Anderson Cooper sobre um tema que voltou à tona com mais força nos últimos meses. O encontro entre os dois aconteceu durante um jantar na casa da mãe do jornalista, a socialite Gloria Vanderbilt, nos anos 1980. Bacall e Cooper, então com 14 anos, sentaram na mesma mesa, e a atriz se irritou profundamente com um comentário dele sobre a guerra entre israelenses e palestinos.

Cooper, talvez na tentativa de impressionar os adultos, disse que “alguém deveria interceder em favor dos palestinos.” Notória defensora dos israelenses, Bacall discordou tão efusivamente dele que o fez chorar. Ao “Post”, Cooper confirmou o fato, mas negou que tivesse chorado.

Em tempo: a revista online “Slate” também lembrou um fato interessante sobre Bacall. Segundo a publicação, ela era a única estrela do cinema citada no hit “Vogue”, de Madonna, que ainda estava viva. (Por Anderson Antunes)

 

Você também pode gostar