Mark Zuckerberg
Anthony Quintano from Westminster, via Wikimedia Commons

Jack Dorsey ‘trolla’ Mark Zuckerberg por apelido do cofundador do Facebook

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

Talvez por estar se sentindo mais alegre do que o normal em razão das centenas de milhões de dólares que ganhou nessa semana depois da revelação de que Elon Musk comprou uma participação minoritária no Twitter, o cofundador e maior acionista do microblog, Jack Dorsey, se sentiu à vontade para trollar seu bff Mark Zuckerberg em sua rede social.

Na verdade o que aconteceu foi o seguinte: Zuck, cofundador, maior acionista e CEO da Meta Platforms, a holding que controla o Facebook, o Instagram e o WhatsApp, deu uma entrevista para o podcast do guru financeiro Tim Ferriss na qual revelou que muitos de seus subordinados o chamam “carinhosamente” de “O Olho de Sauron”, em referência ao vilão das franquias de livros e filmes “O Senhor dos Anéis”.

Zuckerberg explicou que eles sempre fazem isso quando o veem concentrado demais no trabalho, algo que o bilionário não consegue evitar, mas faz o possível para se controlar, como surfar todas as manhãs antes de ir bater ponto na sede da Meta em Palo Alto, na Califórnia.

Mas o comentário dele sobre seu apelido inusitado acabou rendendo assunto no Twitter, o que resultou em Dorsey dando um retuíte em post de um tuiteiro anônimo que citava a maldade de Sauron nos filmes e aquela que atribuiu ao dono do Facebook. “Faz sentido”, o também bilionário comentou no post que retuitou.

Zuckerberg, que fortuna estimada em US$ 78,7 bilhões (R$ 373,7 milhões), e Dorsey, que tem US$ 7,5 bilhões (R$ 35,6 bilhões), são amigos em razão de suas excentricidades. O primeiro, por exemplo, só come a carne dos animais que mata com as próprias, e inclusive já convidou Dorsey para jantar em sua casa e comer uma cabra que havia abatido mais cedo. Dorsey, por sua vez, vive praticamente isolado em San Francisco e segue uma dieta pra lá de esquisita que consiste em se alimentar apenas uma vez ao longo do dia.

Você também pode gostar