Já para a cabeceira: a nova e imperdível autobiografia de Patti Smith

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
cine pati
Patti Smith e a capa de seu mais novo livro, “M Train” || Créditos: Getty Images/Divulgação

“Não é tão fácil assim escrever sobre nada”. Assim começa o livro “M Train”, autobiografia de Patti Smith que acaba de ser publicada pela editora Hardcover. Quando a rockstar – ícone do movimento punk em Nova York nos anos 70 – ganhou o National Book Award, um dos mais importantes prêmios literários dos EUA, pela obra “Só Garotos”(2010), estabeleceu um novo padrão para autobiografias. Em “M Train”, ela explora todos os seus amores e perdas, que vão do café preto do Greenwich Village, onde a história começa e Patti costumava ir todos os dias, a seu grande amor Fred Smith, que morreu em 1994 vítima de uma parada cardíaca. Páginas para serem devoradas!

 

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…