Pessoas no centro de Berlim, e a estrela da campanha inusitada || Créditos: Reprodução

Idosa mostrando o dedo do meio é ‘arma’ da prefeitura de Berlim para convencer turistas a usarem máscaras

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Pessoas no centro de Berlim, e a estrela da campanha inusitada || Créditos: Reprodução

Decidida a tentar recuperar o turismo em Berlim mas ao mesmo tempo preocupada em proteger sua população mais vulnerável da Covid-19, a prefeitura da capital da Alemanha acaba de lançar uma campanha publicitária na qual uma idosa aparece mostrando o dedo do meio às pessoas que se recusam a usar máscaras em público. “Nós respeitamos as regras de prevenção do novo coronavírus, e mostramos o dedo do meio erguido a todos que não fazem isso”, lê-se nos pôsteres pra lá de inusitados que foram espalhados pelas estações de metrô berlinenses e logo se tornaram um atrativo à parte nesses locais.

Responsáveis pela peça, os diretores da agência turística oficial Visit Berlin escolheram uma senhora de idade de caso pensado, já que a população mais velha de Berlim – e assim como em todos os outros lugares – é a mais ameaçada pela doença do momento. Algumas pessoas, no entanto, a consideraram ofensiva demais, enquanto outras não viram nada demais e até acharam o recado condizente com o jeito de ser dos berlinenses, que são conhecidos pelo “papo reto”.

Já o jornalista alemão Lorenz Maroldt, editor-chefe do jornal local “Der Tagesspiegel”, usou o Twitter para classificar a tal campanha como “muito apropriada”, já que em sua visão estamos vivendo tempos durante os quais o insulto pode ser até mais eficiente do que um simples aviso quando o assunto é o bem comum. (Por Anderson Antunes)

*

Abaixo, a imagem da campanha (sem censura) no comentário feito por Maroldt no microblog:

Você também pode gostar

John Cage, compositor

Não entendo porque as pessoas têm medo das ideias novas. Deviam ter medo das antigas

Franz Kafka, escritor

Acreditando apaixonadamente em alguma coisa que ainda não existe, nós a criamos