Maritza Caneca
Maritza Caneca || Fotos: Divulgação

Icônica piscina do Copa está vazia. Pelo menos vai virar obra de arte: entenda!

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Maritza Caneca || Fotos: Divulgação

A piscina mais icônica do Rio de Janeiro, a do hotel Copacabana Palace, inaugurada em 1935, foi esvaziada. Toda a área em seu entorno ficará fechada para obras por 45 dias. Não dava para apenas botar um tapume, né? Por conta disso, veio uma ideia: Maritza Caneca vai assinar uma intervenção por lá, com curadoria de Vanda Klabin, com fotos e projeção em vídeo da própria piscina, em vários ângulos.

Maritza já fotografa piscinas pelo mundo – Israel, Estados Unidos, Suíça, Cuba, Portugal – há quatro anos. Esse material virou uma individual no Paço Imperial, no Rio, em 2016. Neste ano, os trabalhos já foram expostos em Miami e em Nova York.

Os cliques da piscina do Copa – que já recebeu de Lady Di a Janis Joplin – formarão um mosaico com 78 “peças” de 60×60 cm, impressas sobre azulejo montando um painel em frente ao Cipriani. Além disso, um video com imagens da piscina ainda em funcionamento e som de água será projetado no piso que dá acesso ao restaurante.

Mesmo quem não entrar no hotel poderá ver parte da série de fotografias nas vitrines da fachada dos fundos do Copa, na avenida Nossa Senhora de Copacabana. Cool! O lançamento da intervenção é neste domingo, com festa para 500 pessoas dentro da piscina vazia, batizada de Empty Pool.

O croqui do mosaico, Andrea Natal, diretora-geral do Copa, Maritza Caneca e Vanda Klabin mais a fachada dos fundos do hotel || Créditos: Divulgação

 

Você também pode gostar