O Romantik Seehotel Jägerwirt, na Áustria: alvo de hackers
O Romantik Seehotel Jägerwirt, na Áustria: alvo de hackers || Créditos: Getty Images/Divulgação

Hackers invadem sistema de hotel austríaco e prendem hóspedes nos quartos

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
O Romantik Seehotel Jägerwirt, na Áustria: alvo de hackers || Créditos: Getty Images/Divulgação
O Romantik Seehotel Jägerwirt, na Áustria: alvo de hackers || Créditos: Getty Images/Divulgação

Em um dos casos de invasão cibernética mais inusitados dos últimos tempos, o hotel Romantik Seehotel Jägerwirt, que fica na pequena cidade de Turracherhöhe, na Áustria, foi “sequestrado” na semana passada por hackers, que obtiveram acesso ao sistema de segurança do estabelecimento que emite as chaves eletrônicas que dão acesso aos quartos.

A partir daí, eles impediram que vários hóspedes do hotel entrassem em seus quartos, o que causou pânico entre muitos deles, e enviaram um e-mail para a gerência pedindo um resgate de dois bitcoins, cerca de US$ 1,8 mil (R$ 5,7 mil), para liberar o acesso. Christoph Brandstätter, o gerente do Romantik, onde as diárias giram em torno de US$ 500 (R$ 1.575), contou em entrevista ao “The New York Times” que os sequestradores foram até bastante educados, e encerram a mensagem com “tenha um bom dia!”.

O caso já foi solucionado. Por via das dúvidas, o hotel aposentou o sistema de chaves eletrônicas e reintroduziu o método antigo, com chaves normais. Esse tipo de ataque, conhecido como ransomware, quadruplicou nos Estados Unidos em 2016, e gerou prejuízos de US$ 209 milhões (R$ 658,3 milhões) no país, segundo o governo americano.
Uma pesquisa recente da “Global Finance Magazine” também indicou que a atividade de hackers é um dos maiores medos dos investidores para 2017.
(Por Anderson Antunes)

Você também pode gostar
Solidão Pandemia

Depois da tempestade

O restaurante que eu frequentava antes da pandemia reabriu. Esteve fechado por meses, e eu o tinha como…