Rainha Elizabeth II
Foto: Arthur Edwards – WPA Pool/Getty Images

Guardar rancor não é com Elizabeth II, que convidou Meghan e Harry para seu Jubileu de Platina

14 Compartilhamentos
14
0
0
0
0

Até que a visita de médico que Meghan Markle e o príncipe Harry fizeram à rainha Elizabeth II na quinta-feira (14), não foi de todo estranha. Apesar de terem combinado nos bastidores que veriam a monarca por menos de meia hora, com total discrição e sem a possibilidade de registros em fotos oficiais, a duquesa e o duque de Sussex deixaram o Castelo de Windsor, atual residência oficial de Sua Majestade, com um convite da anfitriã para participar de parte das comemorações por seu Jubileu de Platina, os 70 anos de reinado que completou em 6 de fevereiro.

Trata-se de uma vitória e tanto para os Sussexes, que de uns tempos pra cá estavam até sendo vistos como “renegados” pela família real britânica. O convite feito por sua chefe, no entanto, deixa claro que ao menos a rainha não guarda mágoas do neto que já foi descrito como favorito e da mulher dele, cujo santo logo bateu com a viúva do príncipe Philip em sua primeira interação interpessoal, lá se vão quase quatros, em razão de ambas serem apaixonadas por cachorros.

A data do próximo retorno de Meghan e Harry ao país dele ainda não está definida, já que as mais de sete décadas de Elizabeth II no trono serão celebradas com eventos especiais que durarão o ano inteiro. Também na véspera da última Páscoa, o casal de ex-royals se reuniu com o príncipe Charles, pai de Harry e futuro rei da Inglaterra.

Nesse caso, e ao contrário da mãe nonagenária, cuja lista de sucessão ele encabeça, o marido de Camilla tratou seu caçula e a mulher dele com um pouco de frieza, já que costuma levar pro lado pessoal qualquer “ataque” à monarquia mais famosa do mundo, sendo o #Megxit protagonizado por Meghan e Harry um dos que mais o magoou.

Você também pode gostar