Publicidade
aaa
aaa
Gugu e Suzane Richthofen em Tremembé || Crédito: Divulgação Record

Um dos assuntos mais comentados nesta quinta-feira foi a entrevista de Suzane Richthofen no “Programa do Gugu”, exibido na noite desta quarta-feira na Record. Mas o que pouca gente sabe é o que aconteceu nos bastidores da gravação. Glamurama foi atrás da produção do programa para mostrar como foi o primeiro contato com Suzane e descobriu revelações inéditas.

*

Ana Carolina Volpe e João Almeida, editora-chefe e editor executivo do programa, foram em meados de janeiro à procura de Sandra Regina, companheira de Suzane na prisão – após primeiro contato da produtora Lúcia Paiva com a Secretaria de Administração Penitenciária. Eles sabiam que seria um jeito mais fácil de chegar à entrevistada. “Todo mundo já tinha tentado falar com a Suzane e ela sempre negou todos os pedidos. Achamos que por meio de Sandra seria mais fácil, já que ela é como se fosse uma protetora de Suzane”, explicou a editora-chefe do programa ao Glamurama.

Sandra aceitou conversar com a produção do programa e o encontro foi marcado, na penitenciária de Tremembé, interior de São Paulo. Como a mãe de Sandra – já morta – era muita fã do Gugu, ela resolveu dar um voto de confiança. “Sandra é adorável. A imprensa a chama de Sandrão. Mas ela odeia esse nome. No dia ela parecia um pouco tímida, mas foi muito atenciosa com a gente”, disse Ana Carolina. A conversa durou três horas e Sandra vestia o uniforme, camiseta branca e calça cáqui.

*

Sandra ficou com a tarefa de convencer Suzane a conceder a entrevista. Depois de uma semana, Ana Carolina e João voltaram à penitenciária, desta vez para conversar com a ré confessa pela morte dos pais, em 2002. “Suzane é tímida. Não gosta de falar muito. Não se envolveu de cara. O tempo todo ela estava preocupada como seria a entrevista com o Gugu, se seria sensacionalista, ou não. Suzane fala muito bem, desenvolve qualquer tema. Ela acabou nos cativando. Sai de lá com a impressão de que fizeram uma injustiça com ela”, contou Ana Carolina sobre suas primeiras impressões.

Para Ana Carolina e João, ela contou que se arrependeu do crime, que sonhava muito com os pais e que queria o perdão do irmão, Andreas, de 27 anos. Suzane ainda desmentiu um fato propagado pela imprensa de que Sandra era ex-namorada de Elize Matsunaga – presa pela morte do marido e executivo da Yoki, Marcos Kitano Matsunag. “Segundo Sandra e Suzane, elas nunca tiveram nada. Nem nunca teriam ficado. “Elas acham incrível as invenções da imprensa”, contou Ana Carolina.

*

Sandra e Suzane se conhecem há oito anos, mas assumiram o relacionamento somente em novembro do ano passado. De acordo com Ana Carolina, Suzane contou ter tido dificuldade em assumir o relacionamento. Durante a conversa, a editora-chefe contou que elas não trocaram beijos nem se encostaram, mas havia muita cumplicidade. “Uma sempre olhava para outra ao falar. E quando uma começava um raciocínio, a outra finalizava. Como um casal”.

As duas trabalham no presídio. Sandra faz manutenção de máquinas de costura e a Suzane é costureira. “Ela faz os uniformes das presas e dos detentos masculinos, mas gosta mesmo de fazer roupinhas para pets. Ela costura e dá de presente para as funcionárias que têm cachorros”, contou Ana Carolina. “Mesmo após 12 anos, Suzane ainda passa por momentos muito difíceis. Ela chora muito e tem dificuldades para dormir. E Sandra acaba segurando a onda. Até porque Sandra vem de outra realidade e acaba sendo mais forte”, continuou.

*

“Eu já fui condenada. Não quero que as pessoas me apontem como assassina de novo”, teria dito Suzane, ao pedir um tempo para pensar se toparia ou não conceder a entrevista ao Gugu. Passados cinco dias, ela eu “ok” para a diretora da penitenciária, Eliana Pereira, que avisou a produção. A entrevista com Gugu aconteceu no dia 6 de fevereiro.

*

Suzane estava maquiada, com o cabelo escovado e as unhas feitas. Condições exigidas pela própia para aparecer na TV. A responsável foi uma presidiária que é cabeleireira.

*

A vontade de recomeçar foi o que mais impressionou Ana Carolina. “Independentemente de tudo o que elas fizeram, querem ter uma nova vida. Elas têm um desejo muito forte de recomeçar”.

*

Ana Carolina também nega que a entrevista tenha sido paga. “Não teve nada de dinheiro envolvido, por mais incrível que isso possa parecer. Estão falando em R$ 100 milhões, R$ 200 milhões. Não é verdade”.

*

Na noite desta quinta-feira, vai ao ar a segunda parte da entrevista com Suzane, que estará acompanhada de Sandra. (Por Denise Meira do Amaral)

 

ggg
Suzane maquiada e com cabelo escovado || Crédito: Reprodução/Record

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Dia 10 de Abril

Dia 10 de Abril

Altas horas   Ver essa foto no Instagram   Uma publicação compartilhada por VIRAGE (@virage.paris) Não são as...

Instagram

Twitter