Glamurama dá dicas de profissional para manter a saúde dos dentes

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
curaprox
Curaprox, a melhor escova para os dentes || Créditos: Divulgação/iStock

Qual glamurette que não gosta de ter um sorriso impecável? Mas para isso é preciso de mais que dentes bonitos. A boca precisa estar saudável e higiene bucal é coisa séria. Por isso a Curaprox escolheu o Dr. Maurício Matson, mestre no assunto, para bater um papo com Glamurama e dar algumas dicas imprescindíveis para o dia a dia.

Glamurama: Qual deve ser a rotina ideal para a escovação diária dos dentes?
Dr. Mauricio Matson: Ainda acreditamos que para a maioria da população a rotina ideal continua sendo de três escovações ao dia. O maior cuidado deve ser de apenas iniciar a escovação após 30 minutos do término das refeições, pois, como a maior parte das bebidas e alimentos possuem um pH ácido, pode ocorrer o desgaste do esmalte dental durante o ato da escovação. Nesse período, a saliva atua equilibrando o pH da boca e favorecendo a remineralização natural dos dentes. Também é fundamental o uso de uma escova ultramacia e com uma grande quantidade de cerdas para uma higiene dos dentes de forma efetiva, porém, sem machucar.

Glamurama: Quais são os alimentos prejudiciais aos dentes?
Dr. Mauricio Matson: Na realidade não existem alimentos que prejudiquem diretamente os dentes. Porém, os açúcares, principalmente os alimentos que contêm sacarose, continuam sendo os grandes vilões. Doces, balas, guloseimas e tudo aquilo que usa o açúcar para ser produzido serve como substrato (“alimento”) para os microrganismos responsáveis pelas doenças orais. É fundamental dizer que o responsável pela instalação das doenças orais é o chamado biofilme oral, também conhecido como placa bacteriana ou placa dental. Este biofilme é caracterizado por uma “massa” que se forma continuamente em nossa boca e que se deposita sobre os dentes e mucosas orais no ambiente úmido da boca.  Se este biofilme oral não for desorganizado diariamente de forma mecânica através da escovação, uso do fio dental e pelo uso das escovas interdentais, ocorrerá a cárie dental e as doenças gengivais (gengivite e periodontite).

Glamurama: E existe algum alimento que ajude na proteção?
Dr. Mauricio Matson: Não, o que existe são alimentos que não prejudicam tanto. Por exemplo, os alimentos considerados fibrosos e não contêm açúcar, como legumes e frutas cruas, por exemplo, maçã, cenoura, pepino, nozes e castanhas podem contribuir de alguma forma para a manutenção da saúde oral, pois, por serem duros e fibrosos, favorecem uma “autolimpeza” por meio do atrito durante a mastigação. Também alimentos ricos em vitaminas A, B6, B12, C, D, E, K e ácido fólico sempre são bem-vindos. Deve-se tomar muito cuidado com alimentos e bebidas que contenham o chamado açúcar “oculto”. Por exemplo, os molhos do tipo ketchup, condimentos e sucos industrializados, bebidas, energéticos, isotônicos e uma infinidade de drinks possuem uma grande quantidade de sacarose. Outro ponto que merece atenção é o fato da deficiência do complexo B no organismo poder favorecer o aparecimento de inflamações como a gengivite nos adultos. Sem dúvida uma dieta balanceada pode contribuir não só para a prevenção das cáries e doenças gengivais, como também para a saúde geral do indivíduo. Para prevenir cáries, uset escovas de boa qualidade sempre do tipo ultramacias e com grande quantidade de cerdas (como a Curarpox 5460, por exemplo).

Glamurama: Qual é a frequência ideal para visitar o dentista?
Dr. Mauricio Matson: Não existe uma única regra para a frequência ideal. O próprio dentista deve fazer uma avaliação das condições orais dos pacientes e determinar qual a frequência ideal para os retornos. Estes retornos podem ser a cada 6 meses, ou em intervalos menores, chegando às vezes a uma consulta mensal. Por exemplo, muitas vezes as mulheres procuram um salão de beleza semanalmente, porém, acabam esquecendo-se de consultas regulares no cirurgião-dentista.

Glamurama: Fio dental, quantas vezes ao dia?
Dr. Mauricio Matson: Hoje em dia temos duas opções para a limpeza entre os dentes. Podemos usar o fio dental e/ou fazer uso de escovas interdentais. Estas escovas interdentais possuem vários tamanhos e sua efetividade é até maior do que o fio dental. O fio dental é importante na higienização da área de contato dos dentes e também para remoção de detritos alimentares, porém, as escovas interdentais são as únicas que conseguem remover ou desorganizar totalmente a chamada placa bacteriana destes locais de difícil acesso. As escovas interdentais Curaprox Prime, foram desenvolvidas para a higienização da região de contato dos dentes (região proximal). Com apenas cinco diferentes diâmetros (6, 7, 8, 9 e 11) elas abrangem praticamente 100% dos casos. As escovas interdentais Curaprox Prime devem ser passadas uma vez ao dia à noite antes de dormir, após a escovação convencional. Deve ser usado apenas um movimento de vai e vem com o diâmetro correto. Esta escova segura em suas cerdas o biofilme oral e em algumas vezes promove o sangramento da gengiva (isso não é um problema da escova e ocorre porque a gengiva está inflamada). Em média, após duas semanas de uso, os locais onde a escova interdental foi corretamente selecionada não apresentam mais sangramento, pois a gengiva desinflama com a remoção do biofilme oral.

Você também pode gostar