Publicidade
Gisele Bündchen || Créditos: Reprodução / Instagram
Gisele Bündchen || Créditos: Reprodução / Instagram

Gisele Bündchen, ativista engajada nas mais diversas causas, seja ela humanitária ou ambiental, comprou uma briga gigantesca com o atual governo brasileiro. O motivo? Na última quarta-feira, o governo federal publicou o decreto que extingue a Reserva Nacional de Cobre e Associadas (Renca), uma área de 47 mil quilômetros quadrados do tamanho do estado do Espírito Santo, entre o Pará e o Amapá. O espaço liberado para exploração é rico em ouro e outros minérios e engloba também nove áreas protegidas entre florestas estaduais, reservas ecológicas e terras indígenas. São elas o Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, as Florestas Estaduais do Paru e do Amapá, a Reserva Biológica de Maicuru, a Estação Ecológica do Jari, a Reserva Extrativista Rio Cajari, a Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Rio Iratapuru e as Terras Indígenas Waiãpi e Rio Paru d`Este. De todas as áreas, a legislação atual permite atividade mineral apenas na Floresta Estadual do Paru, já que a atividade está prevista no seu Plano de Manejo, e mesmo assim em apenas um trecho.

Stories publicado por Gisele Bündchen em seu Instagram || Créditos: Reprodução

Indignada com o decreto, Gisele resolveu arregaçar as mangas e se manifestar contrária à posição em sua conta no Twitter. “VERGONHA! Estão leiloando nossa Amazônia! Não podemos destruir nossas áreas protegidas em prol de interesses privados”, escreveu Gisele na manhã desta quinta-feira para os seus 4.75 milhões de seguidores.

“O que nos surpreende é a falta de diálogo e de transparência do governo que, por meio de um decreto, abre para mineração uma área que coloca em risco os povos indígenas e unidades de conservação de relevante potencial ecológico bem no coração da Amazônia”, disse o coordenador de Políticas Públicas do WWF-Brasil, Michel de Souza Santos, em comunicado oficial. De acordo com o relatório do WWF, a principal área de interesse para a mineração na Renca coincide justamente com uma área de proteção integral, a Reserva Biológica (Rebio) de Maicuru, onde os dados da Serviço Geológico Brasileiro (CPRM) apontam fortes indícios da ocorrência de cobre e ouro.

Print do Tweet de Gisele Bündchen || Créditos: Reprodução / Twitter

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Dia 17 de Abril

Dia 17 de Abril

3 boutiques de streetwear para descobrir em Paris Embora Paris seja conhecida por suas prestigiosas boutiques de luxo,...

Instagram

Twitter