Aly Raisman || Créditos: Getty Images

Ginasta americana revela ter sido vítima de abuso sexual durante as Olimpíadas do Rio

40 Compartilhamentos
40
0
0
0
0
0
Aly Raisman || Créditos: Getty Images

Depois de Hollywood, agora é o mundo dos esportes que entrou na pauta por causa de casos de assédio e abuso sexual envolvendo atletas. Em uma entrevista bombástica, a ginasta Aly Raisman afirmou que foi vítima de investidas indesejadas do médico Larry Nassar, responsável pela saúde dela e de suas colegas do time de ginastas olímpicas dos EUA.

Sem dar detalhes sobre o suposto crime, que teria ocorrido durante as Olimpíadas do Rio, Aly disse que sentiu muita raiva de Nassar na época e que o denunciou para agentes do FBI quando voltou para os Estados Unidos. Em outubro a ex-ginasta McKayla Maroney, que fez parte do “Team USA” no passado, já havia revelado ter sido vítima dele nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, quando tinha apenas 13 anos.

“Espero que o meu relato ajude aquelas que já passaram pela mesma situação e, mais importante, sirva de aviso para futuras atletas”, disse Aly. A suspeita é que Nassar pedia para ver as partes íntimas das vítimas sob a desculpa de precisar examiná-las e a partir daí cometia os abusos. O caso continua sendo investigado pelas autoridades americanas. (Por Anderson Antunes)

Você também pode gostar