Geração Z: Audino Vilão fala sobre Setembro Amarelo e os problemas existencialistas dos millennials

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Setembro Amarelo: campanha que visa a prevenção ao suicídio e estimula o debate acerca da saúde mental da sociedade || Créditos: unsplash

Vamos falar sobre Setembro Amarelo? Trata-se de uma campanha que visa a prevenção ao suicídio e estimula o debate sobre a saúde mental da sociedade. É fato que nos últimos anos temos vivenciado um número crescente e alarmante de doenças de ordem psíquica. Pesquisas apontam que, no mundo, a cada 40 segundos uma pessoa se suicida, no Brasil, a cada 46 minutos.

É notória a onda de ansiedade que assola a juventude da Geração Z, problemas como depressão, ansiedade, bipolaridade, TDAH (Transtorno Déficit de Atenção e Hiperatividade), sendo que tudo isso afeta a autoestima e o desenvolvimento de capacidades de sociabilização de uma geração descaracterizada de si mesma e imersa na Liquidez Moderna, descrita pelo sociólogo (Zygmunt Bauman).

Mas os problemas que assolam a Geração Z não são recentes, temos inclusive diversos teóricos que fazem uma investigação filosófica sobre as questões existenciais, ditos “Existencialistas”, nomes como Soren Kierkegaard (e o conceito e angustia), Albert Camus (o suicídio como questão filosófica), Arthur Schopenhauer (a vida entre o tédio e a tristeza), e diversos outros nomes, os quais trabalharemos ao longo de setembro para nos situarmos perante esse tsunami de ataques neurais.

A ansiedade, por exemplo, deixou de ser um fato existencial para ser uma doença que afeta a saúde mental, física e emocional da sociedade. O Setembro Amarelo é justamente para abrimos o jogo e buscarmos ajuda. Se você sofre com algum desses problemas de ordem psíquica procure ajuda de profissionais da área da saúde mental, se você está passando por um período difícil e precisa de ajuda urgente, ligue 188  –  Centro de valorização à vida (CVV). (*Audino Vilão, filósofo, cursa História na universidade e é youtuber – no insta @audinovilao e no Youtube)

Gostou? Reflita bastante e assista nosso vídeo abaixo.

Você também pode gostar