Bill e Melinda Gates || Crédito: Getty Images

Fundação de Bill Gates é acusada de incentivar o uso de combustíveis fósseis

1 Compartilhamentos
1
0
0
0
0
Bill e Melinda Gates || Crédito: Getty Images
Bill e Melinda Gates || Crédito: Getty Images

A fundação mantida por Bill e Melinda Gates, que tem como um de seus maiores objetivos o combate ao aquecimento global, teria investido US$ 1,4 bilhão em algumas das maiores companhias de combustíveis fósseis do mundo, de acordo com uma análise feita pelo jornal inglês “The Guardian”, tendo como base a última declaração de impostos da instituição de caridade, de 2013.

Entre algumas das companhias que constam na lista estão as gigantes British Petroleum, responsável pelo desastre de vazamento de óleo no Golfo do México em 2010 e que teria recebido US$ 372 milhões, e a brasileira Vale, com cerca de US$ 32 milhões investidos. A Petrobras também aparece na lista, com investimento de quase US$ 8 milhões.

O jornal chegou a lançar uma campanha nessa segunda-feira, que já foi assinada por mais de 95 mil pessoas, pedindo para que a Bill & Melinda Gates Foundation pare de investir dinheiro em companhias de combustíveis fósseis. Em tempo: a fundação de caridade é a maior do mundo e tem em caixa em torno de US$ 43 bilhões.

Você também pode gostar