Publicidade
a
a
Bia Lessa na festa do Glamurama no hotel Fasano || Crédito: Paulo Freitas

A vida da mulher, desde o nascimento até sua morte, será o tema do novo filme de Bia Lessa e Dany Roland. “Então Morri” vai trazer cenas reais de mulheres filmadas pelo interior do Brasil e editadas como se fossem apenas uma personagem, no decorrer de uma vida. “São histórias de 30 mulheres. Tem negra, branca e japonesa, cada uma de uma idade diferente. Uma recém-nascida, outra casando, até chegar na morte”, disse Bia durante a festa do Glamurama no Rio, na noite desse domingo.

O filme, que mescla ficção e documentário, é também uma homenagem ao cineasta Eduardo Coutinho, morto em 2014, e ao crítico de cinema José Carlos Avellar, que morreu neste ano. “Eram dois grandes amigos que me ajudaram a pensar esse filme comigo”, explicou a diretora.

Acompanhando a vida dessas mulheres, o filme é um retrato do país. “Para se ter uma ideia de quão genial é o Brasil, temos um padre que não foi para um casamento, por exemplo. A noiva esperou horas e teve que se casar junto com outra noiva”.

O filme, que está em fase de pós-produção e será lançado no Festival do Rio em setembro, conta com montagem da própria Bia em colaboração com Julia Bernstein. Glamurama, que ama cinema, não vai perder por nada. (Por Denise Meira do Amaral)

 

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Dia 17 de Abril

Dia 17 de Abril

3 boutiques de streetwear para descobrir em Paris Embora Paris seja conhecida por suas prestigiosas boutiques de luxo,...

Instagram

Twitter