Publicidade

A famosa escultura “Rabbit” de Jeff Koons tornou-se a obra de arte mais cara de um artista vivo a ser vendida. A figura de aço inoxidável que mede pouco mais de 1 metro foi vendida por mais de US$ 91 milhões – cerca de 360 milhões de reais – na noite dessa quarta-feira na Christie’s, em Nova York, quebrando todas as estimativas do leilão.

O novo recorde foi batido apenas seis meses depois que “Portrait of an Artist (Pool with Two Figures)”, de David Hockney, estabeleceu esse marco ao ser arrematado por US$ 90,3 milhões em novembro passado – também na Christie’s em Nova York.

A casa de leilão estimou inicialmente que o “coelho” sem rosto de Koons alcançaria entre US$ 50 e 70 milhões. Mas depois de 10 minutos de concorridíssimo embate, o martelo foi batido para uma oferta de US$ 80 milhões, que, incluindo todas as taxas, resultou em um preço final de US $ 91.075.000.

A Christie’s descreveu a escultura como “uma das obras mais emblemáticas da arte do século XX”. “É moderna em sua aparência, mas se encaixa na linguagem visual da infância”.

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Milan Guide

Milan Guide

Estou prestes a embarcar para o Salone Del Mobile.Milano, um marco na indústria do design que celebra sua...
Festa Rabanne na NK

Festa Rabanne na NK

  Uma noite em clima disco para celebrar a abertura da Rabanne em sua primeira operação na América...

Instagram

Twitter