Sean Combs
Sean Combs || Créditos: Getty Images

Ex-funcionária da mansão de P. Diddy acusa o rapper de assédio

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
Sean Combs || Créditos: Getty Images
Sean Combs || Créditos: Getty Images

Um dos maiores nomes do showbiz americano, Sean Combs, também conhecido como P. Diddy, está sendo acusado de assédio sexual por Cindy Rueda, uma chef de cozinha que deu expediente na mansão dele na Califórnia entre 2015 e 2016. Nos papeis de um processo que ajuizou em um tribunal do estado nesta segunda-feira, ela afirma ter sido obrigada a trabalhar em condições humilhantes, como preparar refeições para o rapper e seus amigos enquanto eles circulavam nus pela propriedade e a assediavam.

Cindy também acusa Diddy diretamente de tentar assedia-la em mais de uma ocasião e de não lhe pagar horas extras nas vezes em que teve que viajar com ele. Demitida pelo rapper em 2016 sob a acusação de ter roubado um relógio, ela também garante que foi vítima de armação, já que o acessório teria sido encontrado mais tarde na lata de lixo
por uma empregada.

Dono de uma fortuna estimada em US$ 750 milhões (R$ 2,4 bilhões), Diddy também é conhecido pelas suas “white parties”, as festas realizadas nas residências e no iate dele nas quais os convidados são instruídos a irem vestidos de branco e que geralmente rendem muitas notícias. Ele ainda não se pronunciou sobre as acusações. (Por Anderson Antunes)

Você também pode gostar