Pete Davidson
Reprodução

Escalado para embarcar em voo aeroespacial, Pete Davidson não vai mais viajar ao espaço

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0

Lembra do jantar íntimo que Kim Kardashian e Pete Davidson tiveram com o fundador da Amazon e segundo homem mais rico do mundo, Jeff Bezos. lá no fim de janeiro, e que deixou todo mundo curioso para saber o que os levou a se reunirem, conforme Glamurama contou em detalhes na época? Pois o motivo do encontro do trio foi para tratar do desejo de Davidson de embarcar em um foguete da Blue Origin, a companhia aeroespacial de Bezos, que vai levar mais um grupo de pessoas para dar uma volta na órbita da Terra nas próximas semanas.

Na ocasião, foi decidido que o comediante e namorado de Kim seria um desses viajantes, mas a Blue Origin anunciou na quinta-feira (17) que o integrante do elenco principal do humorístico “Saturday Night Live” não estará a bordo de seu NS-20. A aeronave suborbital mais moderna da companhia é tratada por Bezos como sua menina dos olhos, ao ponto de tê-lo levado a abrir mão do comando da Amazon para se dedicar em tempo integral a ela.

A Blue Origin não deu mais detalhes sobre o porquê de Davidson ter sido retirado do manifesto de seu voo espacial, mas confirmou que a filantropa Sharon Eagle, o investidor Marty Allen, e os empresários Mark Hagle, Jim Kitchen e George Nield estão na viagem. O périplo de aproximadamente 10 minutos, custará a cada US$ 500 mil (R$ 2,5 bilhões) – uma quantia que Davidson não iria desembolsar, uma vez que no caso a fama do Don Juan hollywoodiano seria usada como moeda de troca pelo serviço.

A propósito, a Blue Origin deverá encerrar 2022 com receitas na casa dos US$ 100 milhões (R$ 500,7 milhões), apesar de ninguém sabe dizer se o negócio fundado em 2000 por Bezos, e que já consumiu bilhões de dólares em investimentos, é lucrativo ou não. O mais provável é que não seja, mas isso também não é visto como um problema pelo ex-marido de MacKenzie Scott, que já prometeu investir todo o dinheiro que tem, cerca de US$ 184,6 bilhões (R$ 924,3 bilhões), para transformá-la em um case de sucesso caso seja preciso.

Você também pode gostar