Publicidade
Leonardo DiCaprio || Créditos: Getty Images
Leonardo DiCaprio || Créditos: Getty Images

Enquanto no mundo das artes o assunto do momento é a revelação, feita pelo “The New York Times” na quarta-feira, de que foi o príncipe saudita Bader bin Abdullah bin Mohammed bin Farhan al-Saud que pagou o valor recorde de US$ 450 milhões (R$ 1,48 bilhão) pelo quadro de Leonardo Da Vinci “Salvator Mundi”, leiloado no mês passado, Leonardo DiCaprio passou o dia em um preview da Art Basel de Miami que rolou em Nova York.

Acompanhado da entourage de amigos com quem sempre é visto quando está na cidade, o astro americano ficou encantado com o quadro “Wire”, pintado por Jean-Michel Basquiat em 1983, que está à venda por US$ 850 mil. Insatisfeito com o preço, Leo fez de tudo para conseguir um desconto, sempre com a ajuda de uma consultora de arte particular, mas até onde se sabe, sem sucesso.

Segundo o “New York Post”, o vencedor do Oscar de Melhor Ator por “O Regresso” baixou na galeria Van de Weghe da Madison Avenue, onde aconteceu a mostra. Os paparazzi presentes que tentavam se aproximar dele para roubar um clique eram avisados pelos organizadores que teriam suas câmeras e credenciais confiscadas caso o fizessem.

Leo, que é dono de uma coleção de arte contemporânea bastante eclética e considerado um dos maiores experts no assunto em Hollywood, não foi o único famoso que compareceu ao evento exclusivo da Art Basel na Big Apple. Brad Pitt, o modelo Frederique van der Wal e o ex jogador de basquete Amar’e Stoudemire também passaram por lá.

Em tempo: sobre a tela multimilionária de Da Vinci arrematada por Farhan al-Saud – que Leo, aliás, fez questão de ver de perto antes do leilão: ela será exibida permanentemente no Louvre de Abu Dhabi, conforme o próprio museu confirmou em sua conta oficial no Twitter, porém sem especificar uma data de estreia. (Por Anderson Antunes)

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR

Dia 10 de Abril

Dia 10 de Abril

Altas horas   Ver essa foto no Instagram   Uma publicação compartilhada por VIRAGE (@virage.paris) Não são as...

Instagram

Twitter