A obra "Bust de femme (Marie Thérèse)," de Pablo Picasso e Larry Gagosian: fim de disputa com a família real do Catar
A obra “Bust de femme (Marie Thérèse),” de Pablo Picasso e Larry Gagosian: fim de disputa com a família real do Catar || Créditos: Divulgação

Disputa entre Larry Gagosian e família real do Catar chega ao fim

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
A obra "Bust de femme (Marie Thérèse)," de Pablo Picasso e Larry Gagosian: fim de disputa com a família real do Catar ||  Créditos: Divulgação
A obra “Bust de femme (Marie Thérèse)”, de Pablo Picasso, e Larry Gagosian: fim de disputa com a família real do Catar || Créditos: Divulgação

Larry Gagosian venceu a disputa judicial que se estendia há meses e que o colocou contra a família real do Catar nos tribunais por conta de uma escultura de Pablo Picasso. O marchand americano comprou, em maio de 2015, a obra “Bust de femme (Marie Thérèse),” de autoria do artista espanhol, por US$ 105,8 milhões (R$ 362,1 milhões). A vendedora foi a filha de Picasso, Maya Widmaier-Picasso.

O problema é que a empresa britânica Pelham Europe, de propriedade do sheik Jassim bin Abdulaziz al-Thani, membro da família real do Catar, também se dizia proprietária da escultura, pela qual afirmava ter pago US$ 36,9 milhões (R$ 126,3 milhões) a Maya seis meses antes do negócio fechado com Gagosian. Os advogados dela, no entanto, afirmam que a venda para a Pelham nunca chegou a ser concretizada.

Em acordo estabelecido entre as partes, Gagosian deverá ser declarado como o verdadeiro dono da escultura, enquanto a Pelham receberá uma compensação financeira. Dono da Gagosian Gallery, em Nova York, ele já acertou a venda da obra – com lucro, claro – para o bilionário Leon Black. (Por Anderson Antunes)

Você também pode gostar